Email: Roseli Abrão





Blog: quinta-feira, 13 de julho de 2017

09:25:02

Não foi a primeira vez

Ao contrário do que muitos políticos – e internautas – sustentaram (e condenaram), a ocupação da mesa do Senado pelas senadoras Gleisi Hoffmann, Fátima Bezerra, Vanessa Grazziotin, Ângela Portela, Regina Sousa e Lídice da Mata, que tentaram impedir a votação da reforma trabalhista, na última terça-feira, não foi um fato inédito.

Isso já havia acontecido em 2009 quando senadores tucanos Tasso Jereissati e Arthur Virgilio, que à época, eram oposição, em protesto contra a decisão da mesa de não ler o requerimento para instalação da CPI da Petrobrás, ocuparam a mesa.

Quem resgatou este episódio foi o senador Roberto Requião, em discurso, ontem, na tribuna do Senado.

Mas o episódio tucano também não foi o primeiro, disse Requião.

-- Foi no dia 31 de março de 1964, quando o senador Moura Andrade declarou vaga a Presidência da República, com Jango Goulart ainda no Brasil, que arrancou de Tancredo Neves o antológico “Canalha! Canalha! Canalha!”.

Para o senador paranaense “foi mais uma repetição da indignação de minorias, agindo de uma forma clara para marcar sua posição”.

--E este é outro exemplo da insurgência da minoria no Senado. Com Tancredo, em 1964, com Arthur Virgílio e Tasso Jereissati, em 2009, perfilo e bato continência às bravas senadoras que ocuparam esta Mesa para impedir que o trator da maioria esmagasse a minoria, ainda mais que essa minoria, como as de 1964 e 2009, representava a esmagadora maioria do povo brasileiro, enfatizou Requião.

.









Blog: terça-feira, 11 de julho de 2017

16:17:48

Apenas para barganhar

Foi uma espécie de “barganha” para obter benefícios de uma delação premiada a denuncia do ex-senador Delcidio do Amaral de que o ex-presidente Lula teria articulado um movimento para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

A conclusão é do procurador da República, Ivan Cláudio Marx, que pediu hoje o arquivamento de uma investigação aberta contra o ex-presidente, que apurava justamente esta denúncia.

Segundo informações do Estadão, o procurador alegou que não é possível comprovar a citação feita pelo delator Delcídio do Amaral ao ex-presidente.

O jornal lembra que o senador cassado havia dito que foi convidado por Lula para uma reunião com os senadores Edison Lobão e Renan Calheiros no Instituto Lula em São Paulo no ano de 2015 e que o objetivo era tentar obstruir o andamento dos casos relacionados à Lava Jato.

Renan e Lobão negaram ter tratado desse assunto com Lula.

Após ouvir os três senadores, o procurador entendeu que não havia elementos de corroboração. Ele não achou necessário ouvir o ex-presidente “em razão de que obviamente não produziria provas contra si próprio”.

-- No presente caso, não havendo nenhuma corroboração para a versão apresentada pelo delator, e nem mesmo a possibilidade de buscá-la por outros meios, o arquivamento dos autos é medida que se impõe. No caso, não há que se falar na prática de crime ou de ato de improbidade, disse Ivan Marx.





Blog

É hora de unir forças

Entre aspas

As manchetes não perdoam

Perguntar não ofende

No fundo do poço

Lula quer vir a Curitiba

Oposição, mas...

DEM rompe aliança com PSDB

11 a favor, 11 contra, 8 indecisos

Quase “unanimidade”

Em pauta

Bairros de Curitiba

Músicas antigas

Novos acadêmicos

Acupuntura, mitos e verdades

É preciso manter a esperança

TCP inaugura armazém de exportação e oferece novos serviços

TCP Log inicia movimentação de equipamentos destinados à fábrica de celulose da Fibria no Mato Grosso do Sul

TCP investe em ampliação da frota de veículos

Gestão de Fluxos garante confiabilidade na operação Porta a Porto da TCP

APM comemora 37 anos

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

Telefones para contato:
(41) 3367-2466 / 3367-3544


Copyright © roseliabrao.com | 2011

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site