Email: Roseli Abrão







Blog: sábado, 12 de setembro de 2020

12:18:48

Goura será o candidato do PDT

Gustavo Fruet decide ficar fora da disputa

O deputado Gustavo Fruet não será candidato à Prefeitura de Curitiba. O candidato do PDT será o deputado estadual Jorge Brand, o Goura. Em entrevista ao Blog, Fruet disse que não foi fácil tomar esta decisão, mas não via perspectiva em razão da questão financeira.

Em texto distribuído à imprensa, Fruet afirmou que sua decisão de não disputar a Prefeitura “não afeta apenas meu futuro, mas o de muitas pessoas que se envolveram nesse projeto e, de certa forma, de toda cidade”.

As considerações de Fruet

No texto, o deputado fez algumas considerações na expectativa que seus eleitores irão entender sua decisão:

1. Interesses contrariados - Fui o único administrador fora do grupo que comanda a Prefeitura de Curitiba a se eleger prefeito nos últimos 30 anos.

Nosso padrão de gestão contrariou interesses ao priorizar transparência para contratos, romper com a acomodação para incentivar a inovação como na área de TI, transporte, urbanismo; apresentar um novo plano diretor com visão de integracão e sustentabilidade; utilizar mecanismos dos contratos para garantir eficiência e respeito como na questão do lixo, transporte, iluminação; dar importância à assistência social, saúde e educação públicas de qualidade.

Hoje, a capital do Paraná está de volta às mãos dos "donos da cidade".

Empresários que têm relação direta com a Prefeitura, dela se alimentam e contam com gestores quase como subordinados!

2. Missão e entusiasmo- Sempre encarei minha trajetória política como uma missão. Aprendi com meu pai a levar dessa forma.

Como prefeito não foi diferente. Tínhamos entusiasmo, ideias e planejamento para romper a acomodação que prende a cidade à “glórias” do passado e construir a cidade do futuro que mudou de escala.

Avançamos em muitas áreas e entregamos o maior pacote de obras da história de Curitiba, em especial com o PAC do governo federal. Muitas delas a população não associa à nossa gestão. Resultado da opção que fizemos ao reduzir gastos com publicidade e direcionar recursos para saúde e educação num momento de brutal crise. Sei também quanto custa manter a liberdade de informação!

3. Relações não ortodoxas - Vencer e garantir apoios é tentador! Não cruzar certas linhas e regras não escritas é obrigação!

Já vimos num passado recente no Paraná e estamos vendo no Rio de Janeiro o resultado de gestões onde os acordos ocultos avançam sobre a coisa pública. Parece que tem que acontecer o escândalo para gerar indignação.

Grande chance de se repetir em Curitiba num futuro próximo.

4. Dever e princípios - "Cumpri contra o destino o meu dever. Inutilmente? Não, porque o cumpri.”

Sempre procurei exercer uma função pública com honestidade, responsabilidade fiscal, sem onerar os cidadãos com aumentos abusivos e seguidos de tributos, com profissionalismo, fiscalizando contratos, garantindo investimentos, ampliando estrutura e eficácia nos serviços públicos. Continuarão sendo meus princípios mesmo que não esteja em sintonia com valores de uma parcela da sociedade.

5. Financiamento de campanha - Oficialmente, existem hoje apenas quatro formas de se financiar uma campanha eleitoral. Através do fundo partidário e eleitoral, doações de pessoa física ou recurso próprio.

Com esse modelo de financiamento evita-se alguns vícios, mas torna a participação mais excludente. Não me refiro à participação somente. Refiro-me à participação competitiva!

Já fui candidato e sei que são necessários recursos para estrutura mínima e profissional que exigem várias atividades prévias.

Não consegui viabilizar esses recursos com a devida antecedência. Não se improvisa, na minha fase, uma eleição majoritária desse porte.

6. Agradecimento - Agradeço pessoas maravilhosas, dedicadas.

Um audacioso e estudado plano de governo foi construído!

Agradeço a direção partidária, que tem que ter enorme engenharia para distribuir recursos entre potenciais candidatos em quase 1200 municípios brasileiros! Agradecimento especial ao Presidente Carlos Lupi e Andre Menegoto do Paraná que recebe neste momento também, um fraterno abraço de solidariedade pela perda de seu pai.

Participarei ativamente do processo eleitoral! Vamos em frente!

Sempre na defesa de nossa Curitiba e nosso Paraná!








Blog: terça-feira, 8 de setembro de 2020

11:23:55

Eleições/2022

Lula se coloca como (pré) candidato

Em pronunciamento, ontem, pelas redes sociais, alusivas ao 7 de Setembro, o ex-presidente Lula teceu duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro e se colocou à disposição do povo brasileiro, “especialmente dos trabalhadores e dos excluídos” para a disputa eleitoral de 2022.

Além do governo Bolsonaro, as críticas de Lula visaram, também, o processo eleitoral de 2018.

Lula criticou o que chamou de oligarquias e disse que elas agiram para que ele fosse preso e não participasse do último pleito presidencial.

-- Aceitaram como natural sua fuga dos debates. Derramaram rios de dinheiro nas indústrias das fake news. Fecharam os olhos para o seu passado aterrador. Fingiram ignorar seu discurso em defesa da tortura e apologia pública que ele fez do estupro, criticou.

Para o ex-presidente, as eleições de 2018 “jogaram o Brasil em pesadelo que parece não ter fim”.

-- Com a ascensão de Bolsonaro, milicianos, atravessadores de negócios e matadores de aluguel saíram das páginas policiais e aparecem nas colunas políticas. Como em um filme de terror, as oligarquias brasileiras pariram um monstrengo que agora não conseguem controlar, mas continuarão a sustentar enquanto seus interesses estiverem sendo atendidos, disse,

A política econômica do governo Bolsonaro também foi criticado por Lula, que defendeu o fim do teto de gastos que, segundo ele, limita a expansão de despesas ao nível de inflação do ano anterior.

-- O essencial hoje é vencer a pandemia, defender a vida e a saúde do povo. É por fim a esse desgoverno e acabar com o teto de gastos que deixa o Estado brasileiro de joelhos diante do capital financeiro nacional e internacional. Nessa empreitada árdua, mas essencial, eu me coloco à disposição do povo brasileiro, especialmente dos trabalhadores e dos excluídos, afirmou o ex-presidente.


Blog: domingo, 6 de setembro de 2020

07:20:43

Leprevost desiste da candidatura

A pandemia de Covid 19, que impede a campanha corpo-a-corpo foi um dos motivos alegados pelo deputado para desistir da corrida eleitoral

A pandemia de Covid 19, que irá impedir a campanha no corpo-a-corpo foi um dos motivos alegados pelo deputado Ney Leprevost para desistir de sua (pré) candidatura à Prefeitura de Curitiba.

Em uma nota publicada em seu perfil no Facebook, Leprevost disse que as eleições deste ano “serão atípicas. Pouco democráticas”, e que “devido a Covid 19, é impossível prever o percentual de eleitores que irão às urnas”.

-- Certamente não acontecerão reuniões públicas, caminhadas nos bairros, visitas as casas das pessoas, jantares por adesão. Não será sequer possível um aperto de mãos entre o eleitor e seu candidato para selarem, olhos nos olhos, a sua aliança, disse.

Leprevost afirmou que não “desistiu” do “sonho de servir Curitiba como seu prefeito”.

-- Mas as vezes é necessário ir um passo atrás para dar um salto a frente, afirmou.

Sem chances

Leprevost admite que teria poucas chances nesta campanha:

...enxergo que nesta disputa diferente que vai acontecer em 2020, alguém com meu caráter tem pouquíssimas chances. Não me sinto à vontade para colocar meus eleitores, amigos e familiares em uma aventura. Esta campanha majoritária curta, restritiva e focada só em redes sociais, favorece apenas os que tem grande poder econômico para patrocinar gigantescos impulsionamentos e os que tem a seu serviço verdadeiras quadrilhas digitais, analisou.

Assim – disse – retira sua (pré) candidatura a prefeito, aceitando o convite feito pelo governador Ratinho Júnior para reassumir a Secretaria da Justiça ao mesmo tempo em que promete, nos próximos dias declarar quem irá apoiar nesta campanha eleitoras.



Blog

Pesquisa Ibope é também impugnada

Morre o vereador Jairo Marcelino

Entre aspas

Big Data é impugnada

Não vestiu a carapuça

Prestação de contas

PCO fora da disputa

O perfil do eleitorado

Francischini adere ao debate

Debate ganha adesão

Em pauta

Tecnologia não substitui agente de viagem na hora da compra

Flyworld realiza quarta convenção nacional de franqueados

TCP lidera movimentação de contêineres no Sul do Brasil

Marketing online é decisivo para sucesso de negócios em franquias

Flyworld inaugura terceira unidade no Rio Grande do Sul

TCP investe em 30 projetos ambientais em 2018

TCP finaliza obras de ampliação do cais de atracação

Flyworld participa da Black Friday 2018

Aracaju ganha primeira unidade Flyworld

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Copyright © roseliabrao.com

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site