Email: Roseli Abrão


Blog: sexta-feira, 24 de abril de 2020

11:44:42

Moro deixa o governo

Sérgio Moro não é mais ministro da Justiça. Em entrevista coletiva, em Brasília, ele anunciou sua saída do governo. A gota dagua foi a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, na madrugada desta sexta-feira.

Moro disse ser inaceitável a interferência do Executivo na Polícia Federal, o que – afirmou – “não aconteceu nos governos anteriores”, ou seja, nos governos do PT.

Moro admitiu que no início do governo teve todo apoio do presidente Jair Bolsonaro, que honrava assim o compromisso de “carta branca”, mas esta cenário mudou a partir de agosto do ano passado com a tentativa do presidente de tirar Maurício Valeixo da chefia da Polícia Federal.

O ex-ministro negou que tenha condicionado sua ida ao governo a indicação para o Supremo Tribunal Federal. Que seu objetivo era aprofundar o combate a corrupção e ao crime organizado.

A única imposição que fez – confessou – foi que se algo “acontecesse” com ele sua família não ficaria “desamparada”.

Em outras palavras, receberia pensão, afinal, argumentou, foi juiz por 22 anos e contribuiu com a Previdência Social.

Interferência

Moro acusou Bolsonaro de interferir na Polícia Federal –“ele queria alguém para que pudesse ligar, pedir informações”.

Disse mais: que o presidente tinha interesse em investigações em curso da Polícia Federal e por isso era oportuna a troca.

-- Isso pra mim não é motivo. Estou saindo por influência política em um trabalho que não deveria ter, afirmou.

Moro negou que Valeixo tenha pedido exoneração, como está explicito no Diário Oficial da União e que ele tenha assinado a exoneração.

Moro ainda admitiu que Bolsonaro o queria fora do cargo.





Blog: quarta-feira, 22 de abril de 2020

14:41:14

Não é uma ação entre amigos

O deputado Requião Filho, do MDB, assina artigo alertando os servidores públicos sobre os perigos do decreto do governador Ratinho Júnior que suspende, por três meses, o desconto dos empréstimos consignados. Diz que não é “um presente”, “uma ação entre amigos”, mas, na verdade, um “Cavalo de Troia”.

Aqui, o alerta:

O Decreto 4530/2020, publicado pelo Governo do Estado do Paraná, apesar de parecer um presente para os servidores visando suspender os empréstimos consignados por 90 dias, é, na verdade, um Cavalo de Troia, pronto para favorecer as instituições financeiras.

Não há bondade, mas sim, um jogo de interesses, mesmo numa época tão difícil como a que vivemos que se deveria primar pela ajuda a quem mais precisa. Este é mais um caso onde muita gente cairá na armadilha e no final das contas terá uma dívida ainda maior pra pagar, pois adia o pagamento, mas se responsabiliza com juros maiores e pelos "encargos financeiros” decorrentes da postergação das parcelas.

Em uma primeira leitura ao Decreto, podemos entender “tais encargos” como apenas insignificantes taxas bancárias.

Ocorre que, em pesquisa aprofundada, no Comitê de Pronunciamentos Contábeis, percebemos que se tratam, na verdade, de juros incidentes até o final do contrato de empréstimo.

Ou seja, numa simulação rápida, no caso de um empréstimo de 10 mil reais, com encargos de 1,95% ao mês, no prazo de 12 meses para quitação e com a aplicação da suspensão de 3 meses de pagamento, o valor total da conta seria dos mesmos R$ 11.095,92 conforme a vontade dos Deputados de Oposição do Paraná, que propuseram a ausência de encargos financeiros, mesmo com o aumento do prazo para o pagamento de 12 para 15 meses.

Entretanto, em seu Decreto, o Governo do Estado não só confirma o pagamento dos encargos, mas os juros do consignado de 1,95 % passam a ser, na realidade, de 2,44%.

Seguindo a mesma simulação de valores, no final dos 15 meses o servidor pagará R$ 2.264,04, 20% a mais no período de um ano, totalizando R$ 13.359,96. Um rombo no orçamento de qualquer servidor, em benefício das instituições financeiras! Portanto, é importante estarmos atentos.












Blog

Traiano é reeleito

Alep elege nova mesa na 2ª feira

147,9 milhões de eleitores aptos a votar

Traiano e Romanelli lideram chapa

Fim das coligações proporcionais

Comissão vai analisar PEC

TSE regulamenta convenção virtual

Se for fake news, não transmita

49% querem que ele saia; 42% que fique

Twitter bloqueia bolsonaristas

Em pauta

Tecnologia não substitui agente de viagem na hora da compra

Flyworld realiza quarta convenção nacional de franqueados

TCP lidera movimentação de contêineres no Sul do Brasil

Marketing online é decisivo para sucesso de negócios em franquias

Flyworld inaugura terceira unidade no Rio Grande do Sul

TCP investe em 30 projetos ambientais em 2018

TCP finaliza obras de ampliação do cais de atracação

Flyworld participa da Black Friday 2018

Aracaju ganha primeira unidade Flyworld

Resort e Hotel fazenda são opções para a semana da criança

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Copyright © roseliabrao.com

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site