Email: Roseli Abrão



Blog: quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

11:12:06

Alvaro define seu futuro político em meados de 2.013

O senador Alvaro Dias, do PSDB, vai definir seu futuro político só em meados de 2.013. Foi o que revelou em entrevista à rádio CBN de Curitiba na manhã desta quinta-feira.

Segundo o senador, se for candidato a mais um mandato no Senado será pelo PSDB, mas se a opção for pelo governo do Paraná terá que ser por outro partido uma vez que o PSDB já tem candidato, no caso o governador Beto Richa, que concorrerá à reeleição.

Alvaro disse não acreditar que o PSDB lhe negue legenda para concorrer ao Senado já que existe um distanciamento entre ele e a cúpula estadual do partido.

Numa analogia com o futebol, disse que seria a mesma coisa que o Atlético escalasse seus “piores” jogadores para enfrentar o Coritiba...

Fruet foi “cuspido” do PSDB

Mais uma vez, o senador Alvaro Dias lamentou a saída do ex-deputado Gustavo Fruet do PSDB.

Disse que Fruet não saiu porque quis, mas o fez para poder dar continuidade ao seu projeto político, que é disputar a Prefeitura de Curitiba.

Na verdade, para Alvaro, Fruet foi “cuspido” do PSDB.

-- O Gustavo foi cuspido do PSDB. Não se permitiu que ele tivesse a oportunidade de disputar a Prefeitura de Curitiba mesmo sendo líder nas pesquisas. Ele não deixou o partido porque queria deixar. Foi forçado. É um político ético e um grande quadro da política paranaense, elogiou.

O senador criticou a postura dos caciques tucanos do Paraná, capitaneados pelo governador Beto Richa, que abriram mão da candidatura própria para apoiar Luciano Ducci em Curitiba.

-- É um erro. O partido está priorizando interesses pontuais. Não concordo. Era uma orientação da direção nacional do PSDB para que o partido disputasse a eleição de 2012 em todas as capitais onde tivesse uma candidatura viável. E, em Curitiba, tinha o Gustavo Fruet, disse o senador.


Blog: quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

16:59:01

PSDB sonda Alvaro para disputar governo do DF e Rio de Janeiro

O senador paranaense Alvaro Dias, do PSDB, volta a ser notícia nacional.

Depois da reportagem do site “Congresso em Foco”, segundo a qual ele se colocou como alternativa para disputar a Presidência da República em 2.014, agora é a vez do “Estadão” revelar que o partido o sonda para disputar o governo ou do Distrito Federal ou do Rio de Janeiro.

Matéria assinada pela jornalista Rosa Costa revela que a sondagem partiu do presidente de honra do PSDB do Rio de Janeiro, Marcelo Alencar, e pelo diretório regional do partido no Distrito Federal.

No terceiro mandato de senador, destaca a matéria, Dias diz que somente no ano que vem é que vai avaliar o rumo que adotará politicamente.

Mas ele praticamente descarta a opção de concorrer às eleições fora do Paraná.

-- Embora esteja disposto a cumprir missões que o partido me impuser, tenho de considerar que a prioridade é o meu Estado, disse o senador.

Segundo o “Estadão”, Alvaro disse que avaliará somente no ano que vem rumo político.

-- Tenho compromissos com a minha origem, não tenho pretensão de deixar o Paraná, afirmou.

Alvaro, no entanto, admite que se sentiu "prestigiado" pela sondagem.

-- O convite gratifica, acredito que seja a repercussão do meu trabalho no Senado, de não fazer medir esforço para destacar o trabalho da oposição, disse.

Alvaro, que é líder do PSDN no Senado, avaliou que a procura por um nome fora do DF e do Rio de Janeiro demonstra que o partido tem de ser "revitalizado".

No Distrito Federal, o PSDB se aliou nas últimas eleições com o grupo do ex-governador Joaquim Roriz e foi mal sucedido.

A ex-governadora tucana Maria de Lourdes Abadia disputou uma vaga ao Senado graças a um recurso, já que sua candidatura foi questionada com base na Lei da Ficha Limpa.

No Rio, o partido apoiou a candidatura do governo do ex-deputado Fernando Gabeira (PV), que ficou em segundo lugar com 20,68% dos votos do Estado.


Blog: quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

16:50:15

Projeto de Requião agiliza reconhecimento de diplomas obtidos no exterior

O site do PMDB nacional destaca projeto do senador Roberto Requião, em análise na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, que torna mais ágil o reconhecimento de diplomas concedidos a estudantes brasileiros por instituições estrangeiras de educação superior.

A matéria ainda será analisada, em decisão terminativa, pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte.

O projeto inclui os diplomas de graduação, mestrado e doutorado entre os que podem vir a ter revalidação ou reconhecimento automático e estabelece que o Poder Público divulgue periodicamente a lista de cursos e instituições que poderão vir a ser beneficiados pela medida.

Ao justificar sua proposta, Requião destacou que um número cada vez maior de brasileiros tem procurado universidades estrangeiras, para fazer cursos de graduação e de pós-graduação. Essa tendência, observou, tende a crescer com o prometido envio de 75 mil estudantes ao exterior, dentro do programa do governo federal de estímulo à formação de novos profissionais em ciências e engenharias.

Quando retornam ao Brasil, atesta o senador, muitas vezes os estudantes precisam enfrentar longos e caros processos de revalidação dos diplomas que obtiveram no exterior.

Requião destacou que apresentou seu projeto como forma de ajudar a agilizar e desburocratizar esse processo.

- Propomos que seja dado tratamento diferenciado aos diplomas de graduação, mestrado ou doutorado oriundos de cursos de instituições de ensino superior estrangeiras de indiscutível excelência acadêmica. Os graduados desses cursos, identificados e periodicamente divulgados pelo Ministério da Educação segundo critérios estabelecidos em regulamento, poderiam beneficiar-se do reconhecimento ou revalidação automática, afirmou.


Blog: quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

11:58:38

Futebol

O drama do Atlético e o silêncio de Ducci e Richa

Às vésperas de estrear no Campeonato Paranaense, o Clube Atlético Paranaense vive o drama de não ter um estádio para mandar seus jogos. O Coritiba não quis ceder o Couto Pereira e o Paraná Clube quer cobrar caro pela Vila Capanema.

E é diante deste drama que o cronista esportivo Augusto Mafuz questiona, em sua coluna no jornal “Tribuna do Paraná”, o que pensam o governador Beto Richa e o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, que, atesta, “depois que posaram para câmeras e fotos com capacete de peão e de pá na mão, tirando o primeiro torrão de terra da Baixada (fechada para a realização de obras para a Copa do Mundo de 2.014) sumiram”.

-- Não pagam o que município e Estado já devem para o Atlético (36 milhões de reais) e se escondem da crise, afirma o jornalista, que questiona se o silêncio não seria uma forma de “não comprometer a eleição para prefeito de Ducci, já comprometida pela ascensão de Fruet”.

Sob o título “Capacete de peão”, Augusto Mafuz vai mais longe ao dizer que pesa, aí, a “comodidade que interessa a todos os políticos de dizer que o problema é só do Atlético”.

-- É do Atlético, mas é, também, dos poderes estatais que requisitaram a Arena da Baixada para a Copa do Mundo. O benefício que o clube terá é relativo, pois além de perder sócios - principal fonte de arrecadação - ficará com um passivo de quase 100 milhões de reais, que por mais bem gerenciado que seja vai influir na vida do clube por algum tempo. Por 30 milhões de reais, o Furacão já teria encaminhado a finalização da Baixada pelo projeto original, atesta.

Augusto Mafuz elogia o governador e o prefeito de São Paulo, Geraldo Alckmin e Gilberto Kassab, respectivamente, que “sempre estiveram apoiando e ajudando o Corinthians, e agora dando soluções legais para São Paulo e Palmeiras executarem seus projetos patrimoniais”.

-- O Corinthians, que pagava um valor pela locação mensal do Pacaembu ao município, que lhe onerava em 30 por cento da renda dos jogos, hoje pagará um valor simbólico, atesta.

O elogio vale também para o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, que, segundo Augusto Mafuz, “não deixa faltar nada para o Inter construir o Beira-Rio”.



Blog: terça-feira, 17 de janeiro de 2012

17:17:23

Alvaro se coloca como alternativa do PSDB para 2.014

O senador Alvaro Dias, líder do PSDB no Senado, está se colocando como uma alternativa do partido para disputar a sucessão da presidente Dilma Roussef nas eleições de 2.014.

Em entrevista a rádio Jovem Pan, que ganhou reportagem no site “Congresso em Foco”, o senador paranaense disse que a intenção é fazer o partido sair da polarização entre o senador mineiro Aécio Neves e o ex-governador de São Paulo José Serra.

Para Alvaro Dias, a imposição dos nomes de Aécio e Serra atrapalha a “unidade partidária”.

Por isso, defende a realização de prévias partidárias para a escolha do novo candidato.

Nas últimas eleições presidenciais, os candidatos tucanos foram escolhidos por um pequeno grupo, composto em sua maioria por partidários paulistas.

Uma vez chamado, o senador garante que encara nova disputa (ele tentou ser candidato à Presidência da República em 1989, quando disputou a indicação do PMDB com Ulysses Guimarães).

-- Não podemos fugir a esta responsabilidade. O PSDB tem uma enorme responsabilidade, que é apresentar uma proposta alternativa de poder para o país. Uma proposta consequente, inteligente, responsável, mas que signifique mudança desta realidade, afirmou.

Para Alvaro, “o melhor ambiente para a proposta do debate é a realização de eleições primárias. Assim, todos os postulantes, de perfis diversos, poderão colocar seus nomes para que o debate ocorra. Nós vamos revitalizar o partido, conferindo a ele uma maior organização, com filiações em massa. Nós vamos, certamente, construir uma unidade – porque quem participa de um processo democrático não tem autoridade moral e política para ser dissidente”, acrescentou.








Blog: domingo, 15 de janeiro de 2012

10:06:14

Corrupção

Troféu “Algemas de Ouro”

Termina neste domingo a votação, pela Internet, dos políticos envolvidos em corrupção e que ficam impune do Brasil.

Os “vencedores” receberão o troféu “Algemas de Ouro”.

Matéria assinada pela jornalista Isadora Peron, do “Estadão”, revela que a iniciativa é do Movimento 31 de Julho e recebe o apoio de outros grupos anticorrupção que, desde o ano passado, vêm promovendo manifestações por todo o Brasil.

Segundo a reportagem, para eleger quem seria o político mais impune do Brasil, foi criada uma enquete no Facebook e sugeridos nove nomes. Além dos seis ministros do governo Dilma demitidos após denúncias de irregularidades, completam a lista o presidente do Senado, José Sarney (PMDB), o ex-ministro José Dirceu (PT), réu no processo do mensalão, e a deputada Jaqueline Roriz (PMN), absolvida em agosto pela Câmara depois de ter sido flagrada em vídeo recebendo dinheiro.

Os critérios para a escolha dos candidatos foram definidos pelos organizadores do concurso e estão explicados no blog do movimento (http://movimento31dejulho.blogspot.com)

Mais de seis mil pessoas já votaram e, de acordo com a reportagem, quem lidera a competição é Sarney, seguido por Dirceu e Jaqueline.

O troféu “Algemas de Ouro”, em três categorias – ouro, prata e bronze – será “entregue” na quinta-feira, durante um baile no Clube dos Democráticos, no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro.



Blog

Não pode

Entre aspas

O “Oscar” da política

Reajuste sai de pauta por 5 sessões

Partidos dividem um "bolo" de R$ 1,7 bi

Alceni Guerra no time de Cida

Não voto chega a 65%

Lava Jato acabou com a classe política

Osmar propõe novo modelo de governo

Piana e Campagnolo com Ratinho

Em pauta

TCP e Brado Logística desenvolvem ações conjuntas com foco nos clientes

Flyworld indica os destinos mais românticos para casais apaixonados

Namorados devem gastar mais com presentes, diz Datacenso

Flyworld indica destinos para lua de mel no mês das noivas

Jovens e idosos são os que mais viajam sozinhos no Brasil

Flyworld indica destinos nacionais e internacionais para a Páscoa

TCP inaugura novo serviço para a Ásia

Flyworld Viagens prevê crescimento de 40% para 2018

Sete dicas para curtir o Carnaval com os amigos ou família

Cinco dicas para organizar uma viagem com sucesso

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

Telefones para contato:
(41) 3367-2466 / 3367-3544


Copyright © roseliabrao.com | 2011

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site