Email: Roseli Abrão









Blog: segunda-feira, 7 de novembro de 2011

18:01:09

Justiça cassa presidente da Câmara de Guarapuava

Por decisão da Justiça o vereador Admir Strechar foi afastado do cargo e, consequentemente, de sua função de presidente da Câmara de Vereadores de Guarapuava.

A determinação veio em três liminares judiciais, dos juízes Ricardo Henrique Ferreira Jentzsch e Fernando Augusto Fabrício de Melo, da 2ª e 3ª Varas Cíveis da comarca.

O afastamento se dá a pedido do Ministério Público do Paraná que apresentou ações civis públicas contra Strechar por ato de improbidade administrativa.

Segundo o MP, a Justiça também suspendeu, liminarmente, o pagamento dos vencimentos efetuados pela Câmara de três servidores que seriam funcionários-fantasma: Luiz Antônio Siqueira Martins, ocupante do cargo de assessor de gabinete do vereador João Carlos Gonçalves, Tatiane Lemos do Prado, assessora do vereador Hamilton Carlos de Lima (também mãe de um filho do político), e Antônio Ferreira, nomeado assessor do vereador Sadi Federle.

CPI do Porto ouve ex-procuradores da APPA

A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga supostas irregularidades nos portos de Paranaguá e Antonina ouve nesta terça-feira a ex-procuradora jurídica da APPA Stella Maris Figueiredo Bittencourt, que foi chefe de gabinete durante a gestão de Eduardo Requião.

Nesta terça, também, a CPI ouve Cristiano Bueno, que era responsável pela setor de ações trabalhistas da APPA.

Na quarta-feira será ouvido o atual superintendente, Airton Vidal Maron. Os depoimentos acontecem a partir da 9h30 horas, na Sala das Comissões da Assembléia Legislativa.

Prazo para emendas ao Orçamento termina sexta-feira

Os deputados estaduais têm até esta sexta-feira, dia 11, para apresentarem emendas ao Orçamento do Estado para o ano que vem.

Segundo o presidente da Comissão de Orçamento, deputado Nereu Moura, do PMDB, cada parlamentar poderá apresentar emendas no limite de R$ 2 milhões de reais.

Ao contrário dos anos anteriores, o prazo não será prorrogado já que, segundo Moura, há uma estimativa de serem apresentadas três mil emendas e não haveria tempo hábil para analisar uma a uma.

PT diz que governo quer fazer “caixa” para o ano eleitoral

O líder da bancada de oposição, deputado Enio Verri, do PT, acusou nesta segunda-feira o governador Beto Richa de querer fazer “caixa” para as eleições do ano que vem com o “tarifaço” do Detran.

Há algum tempo Verri, que preside o PT paranaense, vem denunciando Richa de visar apenas o ano eleitoral. Recentemente o líder da oposição disse que o governo não está fazendo investimentos este ano justamente com este objetivo.

Nem Lerner reajustou taxas de “forma abusiva”, diz Veneri O deputado Tadeu Veneri, único integrante da CCJ a votar contra o “tarifaço”, disse da tribuna da Assembleia Legislativa que “nunca, em tempo algum”, um governo reajustou as taxas do Detran “de forma tão abusiva”.

Nem Lerner reajustou taxas de “forma abusiva”, diz Veneri

O deputado Tadeu Veneri, único integrante da CCJ a votar contra o “tarifaço”, disse da tribuna da Assembleia Legislativa que “nunca, em tempo algum”, um governo reajustou as taxas do Detran “de forma tão abusiva”.

Nem mesmo o governo Jaime Lerner.

Veneri destacou que o Detran não é um órgão deficitário. Pelo contrário, disse. É superavitário.O deputado petista disse estranhar a forma como o projeto tramita na Casa

A toque de caixa.

Chegou às 14h30 da última segunda-feira e, no mesmo dia, às 18 horas, estava na pauta da Comissão de Constituição e Justiça. Nesta segunda foi aprovado na CCJ e já entrou na pauta da sessão extraordinária, constatou.

Governo “encontra” 20 erros de digitação no projeto do “tarifaço”

Não foi apenas um, mas 20 erros de digitação encontrados pelo Palácio das Araucárias na proposta encaminhada à Assembléia Legislativa que reajusta as taxas do Detran.

O “tarifaço”, que passou no Comissão de Constituição e Justiça com apenas um voto contrário (do deputado Tadeu Veneri, do PT), e que entrou na pauta da sessão extraordinárias realizada nesta segunda-feira, será corrigido nesta terça através de uma emenda do líder do governo, deputado Ademar Traiano, do PSDB.

Segundo o líder, a “culpa” foi do programa que acrescentou um zero a mais em 20 das taxas que serão reajustadas.

Rebatendo a bancada do PT, único partido que se posicionou contra o “tarifaço”, Traiano assegurou que o aumento médio das taxas é de 45%.

Assembleia vota hoje "tarifaço" do Detran

A Assembleia Legislativa fará sessão extraordinária nesta segunda-feira para votar, em primeira discussão, a proposta do governo Beto Richa que reajusta as taxas do Detran.

A proposta está na pauta da Comissão de Constituição e Justiça, que se reune às 13h30. A CCJ antecipou a reunião que tradicionalmente se realiza às terças-feiras.

STF julga quarta-feira validade da Lei da Ficha Limpa

O Supremo Tribunal Federal julga nesta quarta-feira a validade da Lei da Ficha Limpa.

Seja qual for a decisão, irá prevalecer para as eleições municipais do ano que vem.

Em março último o STF havia decidid/o que a lei não valeu na eleição de 2.010 porque não foi aprovada com pelo menos um ano de antecedência, como determina a Constituição Federal.

Relator das ações sobre a Ficha Limpa, o ministro Luiz Fux diz que, ao contrário de 2.010, as próximas eleições serão realizadas com a população sabendo “o que pode e o que não pode fazer, quem pode se candidatar e quem não pode se candidatar".

Segundo matéria da Agência Estado, ao contrário do que ocorreu em março, quando o STF analisou apenas o aspecto temporal da lei, neste novo julgamento examinará pontos específicos da norma. Entre eles, a possibilidade ou não de um político ser punido (com inelegibilidade) antes de uma condenação definitiva da Justiça.

Fruet assume hoje o PDT de Curitiba

O ex-deputado Gustavo Fruet assume nesta segunda-feira, a presidência do PDT de Curitiba.

Será durante uma reunião marcada para as 19 horas, no auditório do Hotel Aladim (rua Lourenço Pinto, 440, ao lado da Câmara Municipal).

Nos últimos dias alguns pedetistas defenderam que a presidência do diretório municipal ficasse nas mãos de outra pessoa, como por exemplo, o ex-deputado Leo de Almeida Neves, já que, como candidato a prefeito, Fruet não teria tempo disponível para cuidar dos assuntos do partido.

Mas houve quem ponderasse que uma das “brigas” de Fruet no PSDB foi justamente o fato de não estar à frente do partido .

Se ele ingressou no PDT com todas as garantias por que abrir mão de comandar o partido na Capital?


Blog: domingo, 6 de novembro de 2011

15:34:10

Requião é a favor do atendimento ao SAS pelo Hospital da PM

O senador Roberto Requião, do PMDB, vem, desde o inicio do ano, fazendo reiteradas críticas ao governo Beto Richa.

A mais recente, ao projeto que reajusta as taxas do Detran, se dispondo, inclusive, a encabeçar uma ação popular caso seja aprovado pela Assembléia Legislativa.

Requião, no entanto, concorda com uma decisão recente de Richa: colocar o Hospital da Polícia Militar para o atendimento aos servidores públicos que dependem do SAS.

Segundo a assessoria do PMDB, que distribui matéria sobre a entrevista de Requião durante a plenária do partido, no sábado, o senador afirmou que é a favor desta medida.

-- Eu reconstruí o Hospital da Polícia. Fizemos um hospital novo. E não acho errado a extensão do atendimento ao funcionalismo público até porque o hospital está ocioso, afirmou.

Vereadores de grife

Políticos que não foram eleitos ou reeleitos em 2.012, como os ex-senadores tucanos Arthur Virgilio, do Amazonas e Tasso Jereissati, do Ceará, devem disputar a cadeira de vereador nas eleições do ano que vem (respectivamente à Câmara Municipal de Manaus e Fortaleza). Uma forma, segundo eles, de fortalecer o partido como “puxadores de votos”.

Matéria disponível na Agência Estado mostra que há muitos outros políticos dispostos a concorrer à Câmara Municipal de suas cidades.

São os chamados de “vereadores de grife”, como o recém-demitido ministro do Esporte Orlando Silva, do PC do B de São Paulo; o ex-prefeito do Rio, Cesar Maia, do DEM; os ex-deputados Fernando Gabeira, do PV e Indio da Costa, do PSD, ambos do Rio de Janeiro.

O “Estadão” lembra que a figura de vereador de grife não é novidade.

Uma das pioneiras foi a ex-senadora Heloisa Helena, do Psol de Alagoas. Derrotada nas eleições presidenciais de 2006 e sem mandato, Heloisa conquistou uma cadeira na Câmara de Maceió, em 2008


Blog: sábado, 5 de novembro de 2011

15:23:37

Dança das cadeiras no Palácio das Araucárias

Pode não passar de especulação, mas o que mais se ouve nos corredores do Palácio das Araucárias, sede do governo do Paraná, a informação que antes do final do ano o governador Beto Richa irá mexer no seu secretariado.

Fala-se na saída de Luiz Eduardo Sebastiani da Secretaria da Administração, que iria para o Planejamento, no lugar de Cássio Taniguchi.

Especula-se a ida do deputado Reinhold Stephanes Júnior, do PMDB, para o lugar de Sebastiani, mas ninguém fala para onde Taniguchi iria.

João Arruda se soma a Requião nas criticas a Richa

O deputado federal João Arruda, do PMDB, se soma ao tio, o senador Roberto Requião, nas criticas ao governo Beto Richa.

Pelo Twitter dispara:

-- O novo Paraná esta velho! Em dez meses retomou todas as frentes que estavam enterradas no passado: pedágio, Renault e privatizações.

Para o deputado peemedebista, o “novo Paraná é o governo de 95-2002 (governo Jaime Lerner). Só mudou o governador. A equipe e os parceiros são os mesmos”, constata.

Reforma política: ninguém concorda com ninguém

O site “Congresso em Foco” publica o resultado de uma pesquisa feita pelo Instituto Análise que mostra que na reforma política, “ninguém concorda com ninguém”.

De acordo com a pesquisa, das propostas em torno das quais esse debate tem girado, a que obteve maior apoio dos parlamentares foi o financiamento público das campanhas eleitorais, com apenas 25% de manifestações favoráveis.

É baixa a adesão ao fim das coligações partidárias em eleições proporcionais (para deputado e vereador).

A tese, que vários analistas indicam ser o caminho para a única reforma política possível no momento, é apoiada por somente 15% dos entrevistados.

Mais espantoso ainda, segundo o site, é que a maioria dos congressistas sequer foi capaz de expressar uma opinião clara – contra ou a favor – a respeito dos principais pontos da reforma política.

-- A massa dos parlamentares revela pouco conhecimento dos temas em questão tanto na reforma política quanto na tributária, analisa Alberto Almeida, diretor do Instituto Análise.


Blog: sexta-feira, 4 de novembro de 2011

16:43:57

PMDB de Curitiba dá a largada para as eleições do ano que vem

Com a presença do senador Roberto Requião e com o pré-candidato do partido à sucessão do prefeito Luciano Ducci, o PMDB de Curitiba dá a largada, neste sábado, às eleições do ano que vem.

A plenária será a partir das 11 horas, na sede do Diretório Regional, na Vicente Machado.

O tom dos discursos, como antecipa o PMDB, será de críticas às gestões do governador Beto Richa e do prefeito Luciano Ducci.

Greca, inclusive, já divulgou seu discurso que quer que seja assumido pelos pré-candidatos do partido à Câmara Municipal de Curitiba.

Linha Verde, metrô, Copa do Mundo são alguns temas para as críticas de Greca.

Justiça cassa Rodrigo Rossoni, que permanece no cargo até o julgamento do TRE

O recém-empossado prefeito de Bituruna, Rodrigo Rossoni, do PSDB, filho do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, teve seu mandato cassado pelo juiz 153ª Zona Eleitoral, Irajá Pigatto Ribeiro, que acatou denúncia do Ministério Público Eleitoral de abuso do poder econômico na campanha eleitoral.

Rodrigo, no entanto, poderá permanecer no cargo até o julgamento do recurso pelo Tribunal Regional Eleitoral.

O MPE acusou Rodrigo Rossoni de contratar 528 cabos eleitorais (o equivalente a 11,44% dos votos que recebeu) o que “massificou” sua campanha, provocando uma “desigualdade” na disputa.

Rodrigo venceu as eleições por uma diferença de 64 votos. Derrotou Roberto de Oliveira, que é seu tio.

Por conta do “tarifaço”, Romanelli e Veneri trocam farpas pelo Twitter

O deputado Tadeu Veneri, do PT, e o secretário do Trabalho do governo Beto Richa, Luiz Cláudio Romanelli, do PMDB, trocaram “farpas” pelo Twitter por conta da proposta de reajuste das taxas do Detran, que tramita em regime de urgência na Assembléia Legislativa.

Veneri questionou Romanelli, que era líder do governo Requião, em 2.007, quando houve uma tentativa do governo de reajustar as taxas.

--O que achou do aumento (500%) do Detran? Lembra que você foi acusado pelo PSDB de defender “tarifaço” em 2.007? E agora?

Também pelo Twitter, Romanelli defendeu a proposta de Richa, dizendo que “desde 2.007 é necessária uma readequação”.

-- Naquela época a oposição estava muito articulada e a base do governo em dúvida, o que impediu a aprovação do projeto de reajuste, justificou Romanelli.

CCJ antecipa reunião e “tarifaço” está fora de pauta

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa antecipou de terça para segunda-feira a reunião da próxima semana, mas a mensagem do governador Beto Richa que reajusta as taxas do Detran não consta da pauta.

A CCJ irá analisar duas a proposta do governo. Uma que trata da construção das usinas hidrelétricas de São João e Cachoeirinha nos municípios de Clevelândia e Honório Serpa, na região Sudoeste do Estado, que foram incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2); e outra que institui o Fundo Especial de Segurança Pública.

Assembléia debate impacto da Copa na RMC

A Assembléia Legislativa vai realizar, dia 9 de novembro, uma audiência pública para debater o impacto da Copa do Mundo de 2.014 na Região Metropolitana de Curitiba.

A proposição é do deputado estadual Toninho Wandscheer, do PT, que preside a Comissão de Assuntos Metropolitanos da Assembleia Legislativa.

Segundo o deputado, o debate “é de extrema importância para a RMC, pois discutirá os preparativos do mundial na região”.

A audiência, que começará às 9 horas, no Plenarinho, contará com a participação do secretário de Estado da Copa 2014, Mario Celso Cunha e da palestrante Raquel Panke, coordenadora do curso de Turismo da PUC-PR.

Também foram convidados prefeitos, vereadores, secretários municipais de Turismo e demais autoridades da RMC.


Blog: quinta-feira, 3 de novembro de 2011

11:16:53

Itaú e HSBC deixam de gerenciar contas da Assembleia

Os bancos Itaú e HSBC não vão mais gerenciar as contas do Poder Legislativo e de seus servidores. A Assembleia Legislativa declarou nesta quinta-feira a nulidade dos serviços bancários prestados pelas duas instituições, anunciando que o gerenciamento passará a ser feito por banco público e oficial.

A escolha do banco será feito por processo licitatório.

Segundo o primeiro secretário da Casa, deputado Plauto Miró, do DEM, esta medida irá “corrigir uma distorção no gerenciamento das contas, uma vez que a própria Constituição Federal, em seu artigo 164, parágrafo 3º, exige que apenas bancos públicos e oficiais façam a movimentação financeira do Poder Público”.

Segundo Plauto, o convênio com os dois bancos vence no ano que vem, “mas já vamos regularizar a situação, não vamos esperar o término do convênio”.

O primeiro secretário garante que não haverá prejuízos aos funcionários.

-- Até encerrarmos este processo de regularização, os bancos vão continuar funcionando, disse.

A folha de pagamento gira em torno de R$ 14 milhões.

Alvaro diz que Fifa trata Brasil como “republiqueta das bananas”

O senador Alvaro Dias, do PSDB, se indignou com a entrevista concedida pelo secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, ao jornal “O Estado de S. Paulo”, quando afirmou que o Brasil não vencerá a briga com a entidade por mais concessões no texto da Lei Geral da Copa.

Valcke disse que se a Lei Geral da Copa for aprovada com os pontos que desagradam à entidade, a organização da Copa do Mundo de 2014 estará ameaçada.

Alvaro lamentou que há algumas semanas, a presidente Dilma Roussef tenha aceito ser recebida apenas pelo segundo escalão da Fifa, na sede da entidade, em Bruxelas, “o que mostra o menosprezo da organização com o nosso país.

-- Tratam o Brasil como se fosse uma republiqueta de bananas. A arrogância da Fifa é conhecida e reiterada, e só acontece devido a submissão do governo brasileiro aos ditames da entidade, disse.

O senador destacou que o Congresso Nacional possui autonomia para reagir às imposições da Fifa e aprovar a legislação que entender ser de interesse do povo brasileiro.

-- A legislação que quer a Fifa representa a submissão covarde diante da entidade. É evidente que Lula, quando definiu o entendimento do governo brasileiro com a entidade, provavelmente aceitou as imposições, mas nós congressistas não participamos dessas negociações, portanto, cabe ao Congresso preservar a autonomia e sobretudo a soberania do nosso país, conclamou.

Rosane Ferreira vê “pegadinha” na lei que proíbe cigarros com sabor

A deputada paranaense Rosane Ferreira, do PV, destaca como “histórica” a votação na Câmara Federal que, no último dia 26, proibiu a comercialização no país de cigarros, cigarrilhas e charutos com sabor ou aromas artificiais, os chamados cigarros doces.

No entanto, a deputada pediu a retirada integral do artigo 50 da Lei 9294/1996 que no texto proibia o comércio de tabaco com sabores de morango, chocolate e baunilha e permitia com mentol e cravo.

-- A redação do artigo continha uma pegadinha. Proibia a comercialização de aditivos mais adocicados que não são produzidos em larga escala pela indústria e permitia o mentol e cravo, os mais populares, disse.

Ducci anuncia Marcelo Araujo como secretário de Trânsito

O prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, do PSB, anunciou pelo Twitter que o advogado Marcelo Araújo será o secretário de Trânsito.

Ducci destaca que Araújo é um dos “maiores especialistas” da área no Brasil.

A criação da Secretaria Municipal de Trânsito foi anunciada no dia 10 de outubro e, após a aprovação da proposta pela Câmara Municipal de Curitiba, substituirá a Diretran, assumindo as questões de gerenciamento e planejamento de trânsito na cidade.

Oposição vai brigar contra “tarifaço”

Se em 2.007 a bancada de oposição era minúscula e ainda assim conseguiu fazer com que o então governador Roberto Requião retirasse a proposta de aumento das taxas do Detran, por que a atual oposição, também minúscula, não pode fazer a mesma coisa?

O líder oposicionista, o petista Enio Verri, afirmou que a bancada de oposição na Assembleia Legislativa vai se mobilizar para barrar o "tarifaço".

Segundo ele, “o reajuste é abusivo e irá prejudicar toda a população paranaense”.

Para Verri, afirma que o aumento dos preços é injustificável, lembrando que há previsão de aumento na arrecadação do Estado.

-- De maneira alguma iremos concordar com o aumento de até 500% nas tarifas do Detran. Esta proposta é absurda, injustificável, está totalmente distorcida da realidade. A população do Paraná não concorda e não merece uma medida como esta. Vamos trabalhar para derrotar o projeto, prometeu, dizendo que os parlamentares que votarem a favor dos aumentos das tarifas estarão expostos às críticas da população.

Falta de coerência

O líder da bancada de oposição cobra coerência dos deputados da base do governo.

-- Em 2007, o governador Requião enviou à Alep um projeto de reajuste das tarifas do Detran bem menor do que está sendo proposto hoje. Na época, os deputados que atualmente estão na base do governo disseram que aquilo era um roubo do dinheiro do povo. Se eles consideravam aquilo um assalto, como vão explicar o aumento de até 500% do governador Beto Richa?, questionou

Twitcam com Requião debate “tarifaço” do Detran

O senador Roberto Requião fará na segunda-feira, às 20 horas, uma twitcam com seus seguidores no Twitter para discutir, entre outros assuntos, a proposta de uma ação civil pública contra a proposta do governador Beto Richa que reajusta as taxas do Detran, que tramita em regime de urgência na Assembléia Legislativa.

O senador propôs a ação popular contra o reajuste, que em alguns casos chega a quase 500%, pelo Twitter na quarta-feira, e a adesão foi imediata. O senador colocou, inclusive, seu escritório em Curitiba à disposição daqueles que desejarem aderir - rua Eduardo Carlos Pereira, 3136, no Portão. Quem quiser maiores informações poderá fazê-lo pelo telefone (41) 30181151.

SAS coloca comandante da PM em rota de colisão com governador

Chega ao blog informação que o comandante da Polícia Militar do Paraná, coronel Marcos Teodoro Scheremeta, não teria gostado da decisão do governador Beto Richa de transferir para o Hospital da PM o atendimento ao SAS.

O comandante da PM, que estava em viagem a Chicago quando o anuncio foi feito, não teria sido consultado desta decisão e, no seu retorno, teria confrontado Richa.

Teria dito que esta decisão o deixaria numa situação constrangedora e sem condições de comandar a corporação.

Que teria, inclusive, colocado seu cargo à disposição.

Ainda segundo informações passadas ao blog, “o anseio na corporação é totalmente contrária a decisão do governo de abrir as portas do HPM para todos os servidores estaduais”.


Blog: quarta-feira, 2 de novembro de 2011

17:08:42

Requião propõe ação pública contra “tarifaço” do Detran

O senador Roberto Requião está convocando seus seguidores no Twitter para aderir a uma ação pública, a ser proposta por ele, contra o “absurdo tarifaço do Detran”.

Requião, inclusive, sugere que o Diretório Regional do PMDB feche questão contra a proposta do governador Beto Richa, determinando que a bancada estadual, que recentemente aderiu ao governo, vote contra o aumento.

Pelo Twitter, o senador vem, desde ontem, denunciando que o reajuste das taxas, proposto pelo governador Beto Richa é um “roubo injustificado, puro e simples”

-- Gatarada, diz ele.

O senador lembrou que quando assumiu o governo o Detran era deficitário e um “antro de corrupção”.

Que isso mudou em seu governo, tonando o Detran “altamente superavitário”.

E se é superavitário, por que então o aumento de taxas?”, pergunta, provocando:

-- É pagar o aluguel do jatinho de luxo do governador?

A língua é o chicote do corpo

Diz o ditado popular que “a língua é o chicote do corpo”.

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa promete fazer uso desta expressão e lembrar, durante a tramitação da proposta do governador Beto Richa que reajusta as taxas do Detran, o comportamento dos deputados hoje aliados quando estavam na oposição.

Os oposicionistas – leia-se os petistas – não esquecem a manobra feita pelos adversários do ex-governador Roberto Requião que, em 2.007, teve que recuar na sua proposta que previa um aumento das taxas do Detran.

O líder do governo, Ademar Traiano, do PSDB, como lembrou o jornal “Gazeta do Povo” nesta quarta-feira, dizia que “Não podemos concordar com essa aberração. O aumento é abusivo e estamos em defesa dos paranaenses”.

Hoje Traiano diz que continua “em defesa dos paranaenses”.

-- Meu discurso de 2007 era plausível porque nós não tínhamos justificativa para aumentar os impostos. Na época não se tinha um direcionamento para esses recursos, disse.

O aumento proposto por Requião chegava a 230%; o de Beto Richa chega a 500%.

“Tarifaço” é um absurdo

O jornalista Fábio Campana pôs no ar, em seu blog, uma enquete para que seus leitores digam o que acham da proposta do governo Beto Richa que reajusta as taxas do Detran e que, segundo matéria do jornal “Gazeta do Povo”, em alguns casos pode chegar a 500%.

Dos 325 leitores que opinaram até este momento, a maioria (221) acha “um absurdo”; 53 não concordam com o aumento; oito dizem que tanto faz e apenas 43 concordam com a proposta.


Blog: terça-feira, 1 de novembro de 2011

16:04:15

Eleições 2.012

Cúpula do PT não vai interferir em Curitiba

Em Curitiba nesta terça-feira o ex-deputado Renato Simões, que integra a Comissão Eleitoral do Diretório Nacional do PT, assegurou que a cúpula nacional não irá interferir nas decisões do partido sobre as eleições à prefeitura de Curitiba, no ano que vem.

Segundo ele, a definição se o PT terá candidato próprio ou se fará aliança, cedendo a cabeça de chapa, caberá exclusivamente ao diretório municipal.

Simões argumentou que, ao contrário de 2.010, quando a direção nacional concentrou esforços na eleição de Dilma Roussef, priorizando as alianças, em 2.012 não haverá “vinculação nacional”.

O ex-deputado disse que a prioridade, em 2.012, é o lançamento de candidaturas próprias até para que o PT “amplie a base, consolide o crescimento nacional que teme com a eleição de Dilma Roussef”.

Assim como outros partidos, disse, o PT concorda que o quadro de 2.014 – quando o PT do Paraná apostará todas suas fichas na eleição de Gleisi Hoffmann à sucessão do governador Beto Richa – só será definido a partir das eleições municipais do ano que vem.

Punição a homofobia

Autos da lei que pune homofobia e que está em vigor há dez anos no Estado de São Paulo, Renato Simões veio a Curitiba para discutir com o movimento LGTB e entidades de direitos humanos a apresentação de uma lei semelhante no Paraná.

A proposta deve ser apresentada pelo deputado Tadeu Veneri, do PT, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa.

Traiano defende “tarifaço”

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, do PSDB, defendeu nesta terça-feira a mensagem encaminhada pelo governador Beto Richa que aumenta as taxas do Detran, já apelidada de “tarifaço”.

Segundo ele, “a recomposição das tarifas tem como principal objetivo financiar a segurança pública”.

-- Existe um clamor por mais segurança pública. Para atender essa demanda, que é justa, o governo precisa de recursos. Uma das fontes serão as taxas do Detran. A maior parte do aumento da arrecadação será destinado a esse setor para combater o crime e aumentar a segurança dos cidadãos, disse Traiano.

Segundo o líder, os recursos serão também aplicados na melhora e conservação de rodovias e no aumento dos subsídios para fomentar o acesso dos deficientes físicos aos meios de transporte.

Traiano sustentou que o aumento médio nas 54 taxas do Detran do Paraná será de 45%, “o que permitirá recompor as taxas praticadas no Paraná, que não eram realinhadas há anos e estão muito defasadas”.

Mesmo com a correção – sustenta – “Paraná continuará tendo as menores taxas do País, ainda inferiores, aos estados vizinhos, como Santa Catarina e São Paulo”.

Requião diz que governo deve “mandar a Fifa para seu devido lugar”

Em entrevista à TV Senado, o senador Roberto Requião, do PMDB, sugeriu que o governo da presidente Dilma Roussef “enquadre” a Fifa, colocando a entidade “em seu devido lugar”.

Requião, que preside a Comissão de Educação que, na semana passada ouviu o jornalista britânico Andrew Jennings – autor de denúncias de corrupção na Fifa e que atingem a CBF – disse que não se pode admitir que uma empresa privada, como a Fifa, “enquadre” o governo brasileiro e o Congresso Nacional, fazendo exigências que chegam ao absurdo.

-- Por que o governo brasileiro vai satisfazer os interesses da Fifa e seus patrocinadores? questionou o senador.

Requião refutou a exigência da Fifa, que quer uma legislação especial para vigorar durante a Copa do Mundo de 2.014, e condenou a destinação de recursos público para as obras do Mundial.

-- O futebol mundial sem o Brasil não existe. A Fifa tem que se enquadrar e respeitar as leis brasileiras, disse o senador, acrescentando que “o espetáculo da Copa não é ruim para o Brasil, mas a submissão a uma empresa privada é descabida”.

Sessão matutina da AL reúne 47 deputados

Um fato inédito na manhã desta terça-feira na Assembleia Legislativa Na véspera do feriadão de Finados 47 dos 54 deputados marcaram presença na sessão plenária que começou às 10 horas.

Em outros tempos, quando não havia a ameaça de corte no salário, as sessões matutinas reuniam um número mínimo de parlamentares e, sempre, eram derrubadas por falta de quorum.

Entre os projetos aprovados, o que institui o vale-refeição para os servidores efetivos e comissionados da Casa.

A toque de caixa, nem pensar

O governador Beto Richa deve ter ficado frustrado com a atitude de alguns deputados que pediram vistas da mensagem que aumenta as taxas do Detran.

A mensagem chegou na segunda-feira à Assembleia e no mesmo dia foi colocada na pauta da Comissão de Constituição e Justiça, já que a intenção era aprová-la a toque de caixa.

A proposta de reajuste – que em alguns casos chega a 183% - promete gerar polêmica.

O senador Roberto Requião já protestou.

Pelo twitter disse que o aumento é “inaceitável”

-- Recuperei estradas do Paraná sem mexer no preço do Detran. Aumento de Richa inaceitável..

Também pelo twitter, o deputado Tadeu Veneri, do PT, que foi um dos que pediram vistas ao projeto, disse que o "tarifaço" do Detan não pode ser aprovado sem que, antes, seja debatido.

Como a Assembleia entrou em ritmo de feriadão de Finados e a próxima reunião da CCJ é só na terça-feira, dia 8, a proposta vai demorar para ser votada em plenário.

Ficha limpa no serviço público do Paraná

A Assembleia Legislativa aprovou em primeira discussão na sessão matutina desta terça-feira o projeto que institui a Ficha Limpa no serviço público do Paraná.De autoria conjunta dos deputados Reinhold Stephanes Júnior (PMDB), Marcelo Rangel (PPS), Ney Leprevost (PSD), André Bueno (PDT) e César Silvestri Filho (PPS), o projeto foi aprovado por unanimidade.

Ao término de sua tramitação e da sanção do governador do Estado, nenhum ocupante de cargo comissionado na esfera dos três poderes, e secretários de Estado, poderão ser contratados se tiverem sido condenados.Um dos autores da proposta, o deputado Ney Leprevost afirmou que a Lei da Ficha Limpa do Paraná é mais “radical” que a nacional, já que esta visa apenas ocupantes de cargos eletivos.

Maioria dos eleitores recadastrados mora no Campo de Santana

Até agora 56% dos eleitores de Curitiba (731.098) já fizeram o recadastramento biométrico e, segundo levantamento feito pelo Tribunal Regional Eleitoral, a maioria é do bairro Campo de Santana: 88% Na outra ponta, está o Centro de Curitiba, onde 72% ainda não compareceram ao TRE.

O Centro Cívico figura no levantamento do TRE como o segundo bairro onde a maioria dos eleitores já se recadastrou (87%), seguido do Bigorilho (68%).

Os eleitores que moram nos bairros Cachoeira (66%) e no Jardim Botânico (65%) também figuram na lista dos “faltosos”.

A Central de Atendimento ao Eleitor de Curitiba, localizada na Rua João Parolin, nº 55, no Prado Velho, estará aberta neste feriado de finados, das 8 horas às 18h30. O TRE disponibiliza estacionamento gratuito para os eleitores.



Blog

PSD, PSB e PSL ficam com maior número de comissões

Ratinho vai aos EUA

Bebianno não mentiu...

Moro diz que “caixa 2” não é corrupção

Caixa 2 sai do pacote anticrime

Segurança na fronteira

Quase lá

TSE cassa vereador de Roncador

Márcio Pacheco troca PPL pelo PDT

Quem são os gulosos?

Em pauta

TCP lidera movimentação de contêineres no Sul do Brasil

Marketing online é decisivo para sucesso de negócios em franquias

Flyworld inaugura terceira unidade no Rio Grande do Sul

TCP investe em 30 projetos ambientais em 2018

TCP finaliza obras de ampliação do cais de atracação

Flyworld participa da Black Friday 2018

Aracaju ganha primeira unidade Flyworld

Resort e Hotel fazenda são opções para a semana da criança

Casamento em cruzeiro é a nova tendência entre os casais

Flyworld Jundiaí firma parceria com Faell Vasconcelos

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Copyright © roseliabrao.com

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site