Email: Roseli Abrão

Coluna: quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Beto vence resistências tucanas ao PMDB

O governador Beto Richa se dedicou, pessoalmente, a vencer as resistências dos deputados do PSDB aos integrantes da bancada do PMDB na Assembléia Legislativa. A partir de agora, basta apenas a palavra final dos 12 deputados do PMDB para que Richa possa bater o “recorde” de todos os inquilinos que já passaram pelos palácios Iguaçu e das Araucárias – uma base aliada de 48 deputados.

A revelação é dos tucanos Valdir Rossoni e Ademar Traiano que afirmaram que o que está em jogo não são questões pessoais, mais o projeto maior, que é o governo e a reeleição de Beto Richa nas eleições de 2.014.

Tanto Rossoni como Traiano acreditam que se aliança vingar não será “momentânea”, mas “duradoura”.

Na avaliação de Rossoni, a única grande dificuldade pode surgir nas eleições ao ano que vem quando o governador Beto Richa terá que “conciliar” as candidaturas de prefeito da base aliada.

-- Mas ele tem habilidade para comandar este processo, avalia.

Arte de engolir sapos

As maiores restrições eram impostas pelo líder de Richa na Casa, o deputado Ademar Traiano, que não aceitava, principalmente, o deputado Caito Quintana como aliado.

Traiano e Caito têm a mesma base eleitoral.

Mas aceitou os argumentos do governador.

Em tom de brincadeira, Traiano revelou que prepararam uma “armadilha”, quando foi chamado, terça-feira, ao Palácio das Araucárias para conversar com Richa.

-- Mas já estive no inferno, no limbo, purgatório e agora está no céu, atestou, completando que “a política é a arte de engolir sapos”.

O momento é agora

O deputado Valdir Rossoni avaliou que este é o momento de atrair o PMDB para a base do governo Beto Richa.

Não se poderia esperar 2.014.

Mais do que isso, não poderia haver restrições a alguns deputados, como aconteceu em 2.006, quando o então governador Roberto Requião abrigou apenas os tucanos de “bico vermelho”.

-- Este foi o grande erro. Parte do partido foi alijado do processo, disse Rossoni que, naquele ano, comandou a “revolta” que acabou por inviabilizar a aliança entre PMDB e PSDB em apoio à reeleição de Requião.

Com os olhos no futuro

Até mesmo o deputado Mauro Moraes, que foi expulso do PMDB por infidelidade partidária, não tem restrições ao ingresso dos peemedebistas na base de apoio ao governo Beto Richa.

-- Não se pode fazer política com os olhos voltados ao passado, disse o deputado, que acha importante o apoio do PMDB tendo em vista à reeleição de Richa.

É que Moraes prevê “dificuldades” em 2.014, já que tem como certa a candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, do PT.

-- O PMDB é importante para este projeto futuro, disse.

Não está na pauta

Vice-presidente do PSDB paranaense, o deputado Valdir Rossoni garante que “não está na pauta de discussões” a formação de uma comissão provisória para o partido, em Curitiba.

Mesmo assim, não há razão para o “choro” do deputado Mauro Moraes e dos vereadores, que reclamam que não há ninguém cuidando da formação da chapa à Câmara Municipal.

Rossoni garante que já há um grupo trabalhando nisso, mas não quis revelar nomes.

Em busca do consenso

O deputado Mauro Moraes esteve nesta quarta-feira no Palácio das Araucárias e, segundo ele, um dos temas da conversa com Richa foi sobre o PSDB de Curitiba.

O deputado relatou que o governador quer, primeiro, conversar com todas as alas do partido para só depois decidir sobre a formação da comissão provisória.

Há, segundo Moraes, uma disputa pelo comando do partido na Capital, entre deputados estaduais, federais e vereadores e Richa quer buscar um consenso.

A conversa com os vereadores tucanos está marcada para o dia 18, na sede do PSDB.


Blog

Ibope vem aí

Não me representam

Para ONU, Lula tem o direito de ser candidato

Haddad na cola de Bolsonaro

Balcão de negócios?

Os ricos & os pobres...

Amoêdo e Meirelles concentram 96% dos bens declarados pelos 13 candidatos

Mais de 23 mil disputam as eleições

Contagem regressiva

Só Ratinho, não. Carlos Massa Ratinho Jr.

Em pauta

Turismo Pedagógico é nova aposta da Flyworld em Minas Gerais

Flyworld atrai mais de 300 candidatos a franqueados durante a feira da ABF

Turismo de aventura ganha adeptos e cresce no Brasil

Piracicaba ganha microfranquia da Flyworld Viagens

TCP e Brado Logística desenvolvem ações conjuntas com foco nos clientes

Flyworld indica os destinos mais românticos para casais apaixonados

Namorados devem gastar mais com presentes, diz Datacenso

Flyworld indica destinos para lua de mel no mês das noivas

Jovens e idosos são os que mais viajam sozinhos no Brasil

Flyworld indica destinos nacionais e internacionais para a Páscoa

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Publicidade

Soluções em Comunicação | Assessoria de Imprensa | Edição de Livros

(16) 99418.1551


Copyright © roseliabrao.com

Desenvolvido por: Sky Comunicação e Eventos - www.skycomunicacao.jor.br

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site