Email: Roseli Abrão

Coluna: quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Beto vence resistências tucanas ao PMDB

O governador Beto Richa se dedicou, pessoalmente, a vencer as resistências dos deputados do PSDB aos integrantes da bancada do PMDB na Assembléia Legislativa. A partir de agora, basta apenas a palavra final dos 12 deputados do PMDB para que Richa possa bater o “recorde” de todos os inquilinos que já passaram pelos palácios Iguaçu e das Araucárias – uma base aliada de 48 deputados.

A revelação é dos tucanos Valdir Rossoni e Ademar Traiano que afirmaram que o que está em jogo não são questões pessoais, mais o projeto maior, que é o governo e a reeleição de Beto Richa nas eleições de 2.014.

Tanto Rossoni como Traiano acreditam que se aliança vingar não será “momentânea”, mas “duradoura”.

Na avaliação de Rossoni, a única grande dificuldade pode surgir nas eleições ao ano que vem quando o governador Beto Richa terá que “conciliar” as candidaturas de prefeito da base aliada.

-- Mas ele tem habilidade para comandar este processo, avalia.

Arte de engolir sapos

As maiores restrições eram impostas pelo líder de Richa na Casa, o deputado Ademar Traiano, que não aceitava, principalmente, o deputado Caito Quintana como aliado.

Traiano e Caito têm a mesma base eleitoral.

Mas aceitou os argumentos do governador.

Em tom de brincadeira, Traiano revelou que prepararam uma “armadilha”, quando foi chamado, terça-feira, ao Palácio das Araucárias para conversar com Richa.

-- Mas já estive no inferno, no limbo, purgatório e agora está no céu, atestou, completando que “a política é a arte de engolir sapos”.

O momento é agora

O deputado Valdir Rossoni avaliou que este é o momento de atrair o PMDB para a base do governo Beto Richa.

Não se poderia esperar 2.014.

Mais do que isso, não poderia haver restrições a alguns deputados, como aconteceu em 2.006, quando o então governador Roberto Requião abrigou apenas os tucanos de “bico vermelho”.

-- Este foi o grande erro. Parte do partido foi alijado do processo, disse Rossoni que, naquele ano, comandou a “revolta” que acabou por inviabilizar a aliança entre PMDB e PSDB em apoio à reeleição de Requião.

Com os olhos no futuro

Até mesmo o deputado Mauro Moraes, que foi expulso do PMDB por infidelidade partidária, não tem restrições ao ingresso dos peemedebistas na base de apoio ao governo Beto Richa.

-- Não se pode fazer política com os olhos voltados ao passado, disse o deputado, que acha importante o apoio do PMDB tendo em vista à reeleição de Richa.

É que Moraes prevê “dificuldades” em 2.014, já que tem como certa a candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, do PT.

-- O PMDB é importante para este projeto futuro, disse.

Não está na pauta

Vice-presidente do PSDB paranaense, o deputado Valdir Rossoni garante que “não está na pauta de discussões” a formação de uma comissão provisória para o partido, em Curitiba.

Mesmo assim, não há razão para o “choro” do deputado Mauro Moraes e dos vereadores, que reclamam que não há ninguém cuidando da formação da chapa à Câmara Municipal.

Rossoni garante que já há um grupo trabalhando nisso, mas não quis revelar nomes.

Em busca do consenso

O deputado Mauro Moraes esteve nesta quarta-feira no Palácio das Araucárias e, segundo ele, um dos temas da conversa com Richa foi sobre o PSDB de Curitiba.

O deputado relatou que o governador quer, primeiro, conversar com todas as alas do partido para só depois decidir sobre a formação da comissão provisória.

Há, segundo Moraes, uma disputa pelo comando do partido na Capital, entre deputados estaduais, federais e vereadores e Richa quer buscar um consenso.

A conversa com os vereadores tucanos está marcada para o dia 18, na sede do PSDB.


Blog

Entre aspas

Só em flagrante

Bolsonaro em Curitiba

PDT quer anular eleições

Afinal?

Haddad pede investigação

O "caixa 2 virtual" de Bolsonaro

Governo deixa de pagar royalties

Cid Gomes vota em Haddad

Começa a transição

Em pauta

Resort e Hotel fazenda são opções para a semana da criança

Casamento em cruzeiro é a nova tendência entre os casais

Flyworld Jundiaí firma parceria com Faell Vasconcelos

TCP recebe super navio com capacidade para 11 mil TEUs

Turismo Pedagógico é nova aposta da Flyworld em Minas Gerais

Flyworld atrai mais de 300 candidatos a franqueados durante a feira da ABF

Turismo de aventura ganha adeptos e cresce no Brasil

Piracicaba ganha microfranquia da Flyworld Viagens

TCP e Brado Logística desenvolvem ações conjuntas com foco nos clientes

Flyworld indica os destinos mais românticos para casais apaixonados

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Publicidade

Soluções em Comunicação | Assessoria de Imprensa | Edição de Livros

(16) 99418.1551


Copyright © roseliabrao.com

Desenvolvido por: Sky Comunicação e Eventos - www.skycomunicacao.jor.br

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site