Email: Roseli Abrão

Coluna: terça-feira, 16 de agosto de 2011

Deputados do PMDB vão dar explicações a Requião

Os deputados do PMDB estão organizando uma comitiva para ir a Brasília, na próxima semana, para explicar ao senador Roberto Requião os motivos que os levam a aderir a base de apoio ao governo Beto Richa.

Segundo o deputado Nereu Moura, a intenção é falar, também, com o vice-presidente da República, Michel Temer, e com o presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp.

Os deputados querem, também, conversar com o ex-governador Orlando Pessuti e o senador Sérgio Souza.

-- Não temos nada a esconder. Nossa posição é pública, clara, sem constrangimento, disse Nereu.

Fortalecer o PMDB

Líder da bancada do PMDB na Assembléia Legislativa, o deputado Caito Quintana garante que a explicação a ser dada é que “não se trata de mudar de partido nem tem objetivo de enfraquecer o partido”.

-- Pelo contrário, queremos fortalecer o PMDB porque do jeito que está é difícil dar sustentação aos nossos companheiros do interior, já que hoje o PMDB não participa do poder nem no plano nacional nem no plano estadual, disse.

Segundo o líder da bancada, o que se pretender não é simplesmente entrar na base de apoio, mas participar de discussões de projetos.

-- Foi em razão de uma discussão que o governador aceitou retirar a Copel e a Sanepar da Agência Reguladora, afirmou.

Veto a Fruet influenciou a decisão

Nereu Moura admite que uma das razões que levaram os deputados a aderir a Beto Richa foi o veto (do senador Roberto Requião) ao ingresso do ex-deputado Gustavo Fruet no PMDB.

Na sua avaliação, se Fruet se filiasse ao partido “isso nada não teria acontecido” porque o PMDB teria “perspectiva de poder”.

Não é esquisito?

O deputado Mauro Moraes continua defendendo a tese que o PSDB deve ter candidato próprio à prefeitura de Curitiba.

Sem querer “desmerecer” o prefeito Luciano Ducci, diz que é “muito esquisito” o PSDB, que tem o maior eleitor de Curitiba – no caso o governador Beto Richa – “brigar para indicar o vice”.

Se arrependimento matasse...

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, do PSDB, aproveitou a presença de integrantes do Fórum Popular em Defesa das Empresas Públicas nas galerias, para fazer uma mea-culpa.

Admitiu publicamente que ter votado contra a proposta de iniciativa popular que pretendia impedir a privatização da Copel foi o “maior erro da minha vida”.

Rossoni assegurou que enquanto ele for presidente da Assembléia nenhuma lei de privatização será colocada em pauta.

De olhos bem abertos

O presidente da Central Única dos Trabalhadores, Roni Anderson Barbosa, que usou a tribuna em nome do movimento, disse que a manifestação desta terça-feira teve como objetivo resgatar “um momento cívico”.

A manifestação lembrou os 10 anos da votação da proposta que buscava impedir o então governador Jaime Lerner de privatizar a Copel. Segundo ele, é um movimento “pacífico”, mas que embute um “recado” ao governador Beto Richa.

Ou seja, o Fórum estará atento a qualquer manobra que leve à privatização das empresas públicas.


Blog

Ao vivo e a cores

Chuva impede Bolsonaro de inaugurar usina

Jogo de cena?

R$ 1 trilhão em impostos

Dallagnol tira Harvard do currículo

Ratinho não vai ao protesto

Cunha vai para o Rio

De Lula para Chico

Dupla derrota

De doido para doido

Em pauta

Tecnologia não substitui agente de viagem na hora da compra

Flyworld realiza quarta convenção nacional de franqueados

TCP lidera movimentação de contêineres no Sul do Brasil

Marketing online é decisivo para sucesso de negócios em franquias

Flyworld inaugura terceira unidade no Rio Grande do Sul

TCP investe em 30 projetos ambientais em 2018

TCP finaliza obras de ampliação do cais de atracação

Flyworld participa da Black Friday 2018

Aracaju ganha primeira unidade Flyworld

Resort e Hotel fazenda são opções para a semana da criança

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Copyright © roseliabrao.com

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site