Email: Roseli Abrão

Em pauta: quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

09:32:49

TCP lidera movimentação de contêineres no Sul do Brasil

Terminal registrou movimentação de mais de 800 mil TEUs em 2018, aumentando sua participação de mercado em relação ao ano anterior

A TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, consolidou em 2018 sua liderança na movimentação de contêineres da região Sul do Brasil. O Terminal obteve ganho na participação de mercado, com movimentação de mais de 800 mil TEUs (medida equivalente a um contêiner de 20 pés) de janeiro a dezembro de 2018.

De acordo com Alexandre Rubio, diretor Comercial da TCP, o desempenho é resultado do trabalho integrado realizado pelas diversas células da empresa, que oferece ao cliente mais comodidade e segurança nas operações de importação e exportação. “O Terminal vem realizando um trabalho comercial forte, convertendo cargas de outros estados para o Paraná. E isso é possível devido às soluções que oferecemos, encurtando as etapas logísticas e tornando as operações mais competitivas via Paranaguá”, destaca.

Entre os diferenciais oferecidos pelo Terminal de Contêineres de Paranaguá, está a conexão com a ferrovia. “A TCP é o único terminal de contêineres no Brasil com acesso direto ao ramal férreo. A ferrovia recebeu, nos últimos anos, investimentos para a duplicação do ramal de entrada, o que possibilitou ao Terminal aumentar a produtividade e capacidade da operação”, enfatiza o executivo.

Outro fator importante é a oferta porta a porto, onde a empresa realiza a operação de consolidação, estufagem e gestão logística para o cliente. “A TCP tem células dedicadas a gerenciar todas as etapas logísticas da carga. Nós administramos desde a saída do produto do fabricante até sua chegada ao Terminal, além da armazenagem, conteinerização e embarque do navio”, explica.

Atualmente, a TCP tem capacidade para movimentar 1,5 milhão de TEUs/ano, conta com 320 mil m² de área de armazenagem e oferece três berços de atracação, com extensão total de 879 metros, além de dolfins exclusivos para operação de navios de veículos. Com as obras de ampliação, o Terminal terá sua capacidade de movimentação aumentada em 60%, chegando a 2,5 milhões de TEUs/ano. “Os investimentos na modernização e ampliação do Terminal ampliarão ainda mais nossa capacidade operacional e nossa agilidade”.


Em pauta: terça-feira, 29 de janeiro de 2019

11:56:45

Marketing online é decisivo para sucesso de negócios em franquias

As redes sociais deixaram de ser apenas um entretenimento para o grande público e tornaram-se uma grande aliada na estratégia de marketing digital para empresas que desejam ganhar mercado e conquistar novos clientes. A importância dessa ferramenta é incontestável nos dias de hoje, um investimento calculado e monitorado pode fazer o diferencial na hora de conquistar a confiança e a preferência do consumidor.

Um exemplo disso são os franqueados Flyworld, Pedro e André Morelli, que iniciaram o negócio no ano de 2016 e viram no marketing digital uma forma de ganhar espaço no ramo de turismo e fidelizar o cliente. “Chegamos ao mercado sem experiência no setor, pois não trabalhávamos com turismo. A alta do dólar e o momento ruim da economia brasileira foram obstáculos iniciais da nossa empreitada. O investimento nas redes sociais alavancou a nossa entrada no mercado e nos fez conquistar clientes dentro e fora do Brasil. O resultado foi um aumento de 128% nas vendas de 2018, se comparado ao mesmo período de 2016”, explica.

Para os sócios, o bom trabalho comercial consiste em ajudar o cliente a descobrir o que ele realmente deseja, buscar opções que atendam às expectativas e demandas do mesmo, sem estourar o orçamento. As estratégias de marketing são peça fundamental no direcionamento do futuro viajante que está em busca dos melhores preços ou dos melhores pacotes para a realização de uma viagem. “O trabalho não termina no fechamento da venda, continua no pós-venda também. O viajante quer se sentir amparado, tendo a certeza que seu dinheiro foi bem gasto e que o que foi vendido será entregue, essa é uma das grandes maneiras de fidelizar o cliente, é um diferencial que também deve ser vendido via marketing digital”, aponta André.

Atualmente, a agência que funciona no modelo online atende clientes por todo o país e exterior. Todos os contatos acontecem via telefone, WhatsApp ou e-mail. “As redes sociais têm papel fundamental no crescimento conquistado por nós. As ações de marketing no Facebook e Instagram têm trazido novos clientes e os nossos diferenciais são peça fundamental para quem opta por nossos serviços. Estamos muito satisfeitos com os resultados e acreditamos ser esse o caminho do sucesso”, finaliza.


Em pauta: terça-feira, 26 de janeiro de 2019

11:53:48

Flyworld inaugura terceira unidade no Rio Grande do Sul

A franquia está localizada na cidade de Casca, no centro

A Flyworld Viagens, rede de microfranquias de turismo, acaba de inaugurar a terceira unidade no estado do Rio Grande do Sul, na cidade de Casca, que fica localizada a cerca de 238 km da capital Porto Alegre. A unidade, que terá loja física, passa a oferecer, a partir de janeiro, pacotes nacionais e internacionais, serviço de câmbio, seguro para viagens, cruzeiros nacionais e internacionais, intercâmbio, assessoria para vistos, entre outros.

O empresário Matheus Rebecchi, que já trabalhava no setor de turismo, viu no ramo de franquias a possibilidade de unir a expertise adquirida em empresas anteriores com o desejo de ter o seu próprio negócio. “Permaneci por quase quatro anos em uma empresa de grande porte que não era relacionada ao setor de turismo. Resolvi mudar os ares e enfrentar novos desafios, quando me aventurei em uma grande rede de agências e me apaixonei. Após essa experiência, resolvi procurar uma franquia que estivesse relacionada à área e eu pudesse ser o meu próprio chefe”, explica Rebecchi.

A escolha veio após pesquisas sobre franquias de viagens disponíveis no mercado. O investimento inicial e a estrutura oferecida pela franqueadora foram pré-requisitos analisados pelo franqueado antes de fechar o negócio. “Fui muito bem atendido desde o primeiro contato e continua da mesma forma até hoje. O suporte sempre se mostrou interessado em tirar todas as dúvidas, isso faz toda a diferença”, esclarece Rebecchi.

De acordo com o franqueado, a expectativa para o primeiro ano de funcionamento é conquistar e fidelizar clientes, tornando possíveis os sonhos dos viajantes. “Turismo é conhecer culturas, costumes, sentir-se feliz. Pretendo trabalhar pela felicidade dos clientes, pois uma viagem sempre é a relização de um sonho e esse acaba sendo o nosso melhor retorno”, completa.

A nova loja Flyworld em Casca está localizada na rua Barão Do Rio Branco nº 315 Sala 03. Os interessados podem entrar em contato pelos telefones: (54)99947-7140, (54)3347 2350, (54)99655-0840 ou pelo e-mail: loja.casca@flyworld.com.br


Em pauta: terça-feira, 18 de dezembro de 2018

10:59:51

TCP investe em 30 projetos ambientais em 2018

Programas foram desenvolvidos em parceria com a Prefeitura e com as comunidades de Paranaguá. Previsão é que mais 46 projetos se iniciem no ano de 2019

A TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, termina o ano de 2018 contabilizando 30 projetos ambientais realizados. Os projetos fazem parte do processo de licenciamento ambiental das Obras de Ampliação do Cais Leste e beneficiam as comunidades no entorno do Terminal. A previsão é que no ano de 2019, 46 projetos sejam realizados em parceria com o Município e comunidades.

As ações ambientais tiveram início em fevereiro e, dentre as 30, mais da metade já foram finalizadas - os demais projetos devem continuar em execução no próximo ano. Eles contemplam a cidade de Paranaguá e outras localidades, como as Ilhas da Cotinga, do Mel e Valadares, gerando melhorias na infraestrutura, meio ambiente, preservação de espécies animais, qualidade de vida das pessoas envolvidas, além de geração de emprego e renda.

“Os projetos desenvolvidos levaram em conta as reais necessidades de cada uma das comunidades atendidas com o objetivo de contribuir para a preservação do meio ambiente nestas localidades, mas também promover mudanças significativas na vida dessas pessoas”, explica Juarez Moraes e Silva, diretor Institucional da TCP.

Vinicius Higashi, Engenheiro Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Paranaguá (SEMMA), reforça que no processo de delimitação das ações, todos os stakeholders foram envolvidos. “Dessa forma, os benefícios ocorrerão de maneira direta ao meio ambiente, voltados principalmente à conservação e preservação, como também indiretos, como a educação ambiental e produção científica, afetando toda comunidade litorânea, uma vez que dependemos e interagimos com nosso ecossistema permanentemente”.

Um dos destaques para o município de Paranaguá foi a doação de dois drones, pela TCP destinados ao policiamento no entorno das Unidades de Conservação Estaduais e Federais. “A doação dos veículos tem o objetivo de atender às necessidades do Batalhão de Política Militar Ambiental para o monitoramento ostensivo e preventivo. Se tratam de equipamentos profissionais que geram imagens em tempo real”, diz Moraes e Silva.

Já Higashi destaca que, pelas peculiaridades de Paranaguá, é necessário vistoriar áreas de difícil acesso, como manguezais, encostas de morros e áreas de mata virgem. “Os drones estão se mostrando muito úteis a nós, não apenas por este diferencial de acessibilidade, mas também pela capacidade de armazenamento das imagens e vídeos e por poder cobrir grandes quantidades de área em pouco tempo, conferindo mais agilidade nas vistorias, economizando tempo e contribuindo com o aumento de nossa produtividade”, ressalta.

O equipamento está sendo utilizado, por exemplo, para a investigação da extensão do passivo ambiental relativo ao Lixão do Embocuí. O material coletado será utilizado, posteriormente, para a elaboração de um Plano de Remediação de Áreas Degradadas, projeto já em fase de execução pela TCP.

“Os equipamentos também estão sendo utilizados para vistoria da região de manguezal, localizada após uma área de Mata Atlântica preservada, evitando a abertura de trilhas na mata e economizando o tempo da equipe técnica na vistoria”, diz o engenheiro.

Reforma do Viveiro

Outro projeto desenvolvido pela TCP em Paranaguá é a reforma do Viveiro da SEMMA, com a construção de três novas estruturas, novas bancadas em alvenaria para as bandejas e sistema de irrigação aéreo. A reforma integra o plano de Arborização do Munícipio, que inclui também a criação e implementação de uma Unidade de Conservação, na Ilha de Valadares, projetos estes previstos para 2019, os quais terão participação da TCP.

O viveiro conta com um acervo de mais de 1,2 mil mudas, espécies nativas da região de Paranaguá, entre elas: ipê amarelo (Handroanthus albus), sibipiruna (Caesalpinia pluviosa), quaresmeira (Tibouchina granulosa), jacatirão (Tibouchina mutabilis), canelinha (Nectandra megapotamica), pitangueira (Eugenia uniflora), araçazeiro (Psidium cattleyanum), grumixama (Eugenia brasiliensis), cerejeira nativa (Eugenia involucrata).

As plantas do viveiro destinam-se a educação ambiental e recomposição de áreas degradadas. “Para o Município, a ação é muito importante, pois não apenas a estrutura estava muito precária, o que prejudicava a produtividade do viveiro, mas também não oferecia uma boa ergonomia aos viveiristas. Com o melhoramento e também a expansão da estrutura, temos interesse em expandir para a produção de mudas para a arborização pública”, enfatiza Higashi.

Ainda em Paranaguá, a TCP realizou a doação e instalação de 150 lixeiras ecológicas, produzidas a partir de galões reciclados de água e instalados em locais definidos pela Prefeitura Municipal. A intenção é contribuir para a gestão de resíduos, mantendo a cidade limpa e organizada.

Troca solidária

Com foco nas comunidades lindeiras, o programa Troca Solidária – realizado desde 2015 pela TCP, foi ampliado para mais duas comunidades (Europinha e Cotinga), além das sete já atendidas. Moraes e Silva explica que o programa Troca Solidária nasceu da necessidade da melhoria da gestão dos resíduos nas comunidades. “O projeto prevê ações que contribuam para a destinação correta do material reciclável, por meio de um sistema de troca do material reciclável por produtos de interesse da comunidade – gêneros alimentícios”, enfatiza.

É um projeto permanente e realizado em parceria com a Associação de Recicladores Nova Esperança – que recebe os recicláveis gratuitamente e os processa, processa-os na Associação e comercializa, gerando renda aos associados. Mensalmente é retirado cerca de cinco toneladas de resíduos recicláveis das comunidades abarcadas, evitando que esses resíduos acabem atingindo a bacia de Paranaguá.

Os resíduos recolhidos são trocados por dinheiro virtual que pode ser utilizado para a compra de produtos no mercado flutuante. “O mercado é uma embarcação com produtos a preços muito menores que os praticados nas comunidades ilhadas. Lá, o valor dos alimentos no comércio é significativamente mais alto se comparado ao continente, o que incentiva as famílias a participarem”, ressalta o executivo. Outro benefício do programa é a geração de empregos na Associação, que realiza a reciclagem do material, fazendo com que a economia local seja movimentada, já que os trabalhadores da Associação investem seus salários no comércio local. Atualmente, as comunidades atendidas são Amparo, Eufrasina, Piacaguera, São Miguel, Ponta Ubá, Ilha dos Valadares, bairro Costeira, beneficiando mais de 50 famílias.

Parceria

Para o município, a atuação da TCP na execução dos programas ambientais se traduz em benefícios para a comunidade parnanguara. Dentre os benefícios, destaca-se a confecção de importantes planos de caráter ambiental, como a revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico, outro projeto previsto para 2019.

Além disso, através das ações, a TCP facilitou o acesso do município a recursos estadual e federal; contribuiu para a intensificação na rede de monitoramento ambiental e produção de conhecimento sobre o município e seu entorno por meio de ações científicas. Isso está acontecendo por meio de projetos que visarão apoio ao estudo dos habitats-chave para conservação de espécies marinhas ameaçadas no litoral do Paraná, estudo do aporte de sedimentos na baía de Paranaguá ou por ações educativas, com a capacitação de professores da rede pública. Todos estes programas e projetos são e serão executados pelos maiores especialistas técnicos em suas respectivas áreas de atuação, principalmente trazendo as Universidades e Órgãos Ambientais como parceiros da execução.

Para 2019, a previsão é de que sejam realizados mais 46 programas, com destaque para a conclusão do importante “Plano de Uso e Ocupação da Ilha do Mel”, projeto que iniciou em meados de 2018 e que já se encontra em fase final de elaboração; a confecção do Plano de Arborização Municipal e o Plano de Saneamento do Município e o apoio na identificação de habitats chave para conservação de espécies marinhas ameaçadas.

“Seguramente os benefícios das ações desenvolvidas pela parceria entre TCP e município podem estender-se, direta ou indiretamente, a toda população parnanguara, senão litorânea, do estado do Paraná”, finaliza Higashi.


Em pauta: terça-feira, 14 de dezembro de 2018

10:55:15

TCP finaliza obras de ampliação do cais de atracação

Com investimento de mais de R$ 115 milhões, obra permitirá a ampliação de 60% na capacidade do terminal

A TCP – empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, finalizou na 2a quinzena de novembro as obras de expansão de seu cais de atracação de navios, que passará dos atuais 879 metros para 1.099 metros de extensão e de 40,75 metros para 50 metros de largura. As obras consumiram investimentos superiores a R$ 115 milhões e serão concluídas com quatro meses de antecedência do prazo inicialmente programado.

Com a expansão e a consequente possibilidade do terminal de operar simultaneamente três dos maiores e mais modernos navios de conteinêres – além de um navio de transporte de automóveis (que atracarão em dolphins exclusivos) – em operação na América Latina, o Terminal de Conteinêres de Paranaguá ampliará em 60% sua capacidade de movimentação, que passará de 1,5 milhão de TEUs/ano para 2,5 milhões de TEUs/ano.

Em meados de 2019 a TCP também concluirá, com investimento de outros R$ 468 milhões, as obras de extensão da retroárea do terminal, que será ampliada de 330 mil m2 para cerca de 500 mil m2. As obras no Terminal de Contêineres de Paranaguá fazem parte do acordo de renovação antecipada do contrato de arrendamento do Terminal por mais 25 anos, a partir de 2024, assinada em abril de 2016 junto ao Governo Federal. O pacote de investimentos, o maior do setor portuário brasileiro na atualidade, supera os R$ 600 milhões em sua 1a fase.

“Com isso estamos preparados para suportar o crescimento da demanda de exportações, importações, cabotagem e transbordos em nossa área de abrangência pelos próximos 30 anos”, afirma Juarez Moraes e Silva, diretor de Relações Institucionais da empresa.

Moraes e Silva ressalta que as obras de expansão contaram com tecnologia avançada, baseada em estacas em vez de aterros, o que, além de melhor qualidade final, garante menor impacto ambiental. “Usualmente, a expansão de um terminal é feita por meio de um aterro sobre o mar, o que gera mais impacto ambiental e menos qualidade final. Em nosso caso, toda a expansão foi feita com base em estacas sob o mar”, explica.

O cais de atracação, por exemplo, estará equipado com cabeços duplos de amarração e defensas cônicas duplas, permitindo obras de dragagem de até 16m, o que possibilitará operar os maiores navios de contêineres pelos próximos 30 anos. “Além disso, ele também contará com sistemas de sinalização, iluminação em LED, sistemas de combate a incêndio e um inovador sistema de proteção para captação de águas oleosas, o que demonstra a constante preocupação da TCP com o meio ambiente”.

Já a retroárea, além de construída sobre um sistema de estacas, será equipada com sistemas de iluminação em LED, três subestações de energia, sistemas de drenagem, sistemas de monitoramento que atendem as mais rigorosas normas internacionais e uma extensa rede de infraestrutura seca preparada para receber, no futuro, a modernização dos equipamentos elétricos de movimentação de contêineres. “Para proteção ambiental, a área expandida também utilizará um sistema de proteção para que em caso de derramamento de óleo e outros produtos perigosos, estes produtos fiquem retidos no sistema de separação impedindo que chegam ao mar”, finaliza Moraes e Silva.


Em pauta: terça-feira, 27 de novembro de 2018

09:49:46

Flyworld participa da Black Friday 2018

As promoções são válidas para destinos nacionais e internacionais

A Flyworld Viagens, rede de franquias de agência de viagens, fará uma semana de ofertas especial destinada ao “Black Friday”. De 23 a 30 de novembro, as unidades Flyworld ofertarão aos seus clientes pacotes completos (com aéreo), hospedagem, traslados, assistência viagem, passeios, entre outros, por um valor imperdível para quem deseja programar as próximas férias com economia e tranquilidade.

“A semana de Black Friday será o período ideal de compras para quem quer viajar por um preço mais acessível durante o ano de 2019. Férias, feriados e finais de semana são as datas mais procuradas, por isso a dica aos viajantes é: escolha o destino e o período de viagem, pois as promoções estão imperdíveis”, afirma Márcia Ximenes, Diretora de expansão da rede.

Para quem pretende conhecer os parques de Orlando, a Flyworld Viagens reservou ingressos com valores diferenciados e com parcelamentos que vão até 10 vezes sem juros. Todas as promoções estão disponíveis no site: http://flyworld.com.br/unidades/cambui/black-friday/ ou nas unidades Flyworld.


Em pauta: quarta-feira, 31 de outubro de 2018

16:28:03

Aracaju ganha primeira unidade Flyworld

A loja está localizada no bairro Jardins, da capital nordestina

A rede de microfranquias de viagens Flyworld, acaba de divulgar a mais nova unidade em terras nordestinas, a loja de Aracaju (SE). A unidade comercializa viagens nacionais, internacionais, passagens aéreas, além de cruzeiros marítimos, intercâmbio, hotéis e locações. A operação também oferece assessoria para vistos consulares, compra de moedas estrangeiras e venda de pacotes personalizados.

A agente de turismo, Bárbara Oliveira, proprietária da unidade Aracaju, encontrou na microfranquia a oportunidade que procurava para ter o seu próprio negócio e trabalhar com aquilo que ama, o turismo. “Organizava viagens de amigos e familiares, sempre me identifiquei com o setor, por isso a ideia de investir em algo da área. Foi quando encontrei a Flyworld e sua proposta de atendimento personalizado desde o primeiro contato com o cliente”, explica Bárbara.

Entre os diferenciais encontrados pela nova franqueada, a credibilidade da marca perante o mercado unida ao baixo investimento foram os pontos fortes para a escolha definitiva. “Pesquisei durante bastante tempo as opções de franquia de turismo oferecidas pelo mercado. Fui até a ABF São Paulo e lá tive a certeza que essa era a melhor opção, após ter conversado pessoalmente com o gestor Paulo Atencia”, afirma a agente de viagens.

Para quem deseja investir em uma microfranquia, Bárbara afirma que o planejamento e a identificação com a área são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio. “Como administradora, posso garantir que planejar etapa por etapa dessa nova empreitada foi essencial para tudo corresse bem. Confiar naquilo que está investindo e que cabe no seu bolso são outros detalhes muito importantes quando se escolhe um novo rumo profissional”, conclui.

A unidade funcionará de segunda à sexta-feira, das 08h30 às 12h30 e das 14h às 18h e aos sábados, das 09h às 13h. O endereço é: Avenida Ministro Geraldo Barreto Sobral, 2100 – Sala 01. Aracaju/SE.



Blog

Lava Jato prende Temer

70,9% não sabem em quem votar

Disputa embolada

Rota de colisão

Só 34% aprovam governo Bolsonaro

CCJ aprova fim das aposentadorias

Preso ioiô

Boulos em Curitiba

Chilique

Partidos apostam em fusões

Em pauta

TCP lidera movimentação de contêineres no Sul do Brasil

Marketing online é decisivo para sucesso de negócios em franquias

Flyworld inaugura terceira unidade no Rio Grande do Sul

TCP investe em 30 projetos ambientais em 2018

TCP finaliza obras de ampliação do cais de atracação

Flyworld participa da Black Friday 2018

Resort e Hotel fazenda são opções para a semana da criança

Casamento em cruzeiro é a nova tendência entre os casais

Flyworld Jundiaí firma parceria com Faell Vasconcelos

TCP recebe super navio com capacidade para 11 mil TEUs

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Copyright © roseliabrao.com

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site