Email: Roseli Abrão

Blog: quinta-feira, 8 de setembro de 2011

17:51:02

Marcha contra a corrupção

Para Alvaro, protesto lembrou movimento pelo impeachment de Collor

senador Alvaro Dias, do PSDB, que participou, quarta-feira, da Marcha contra a Corrupção, em Brasília, comparou o protesto ao movimento pelo impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello.

Em discurso na tribuna do Senado, nesta quinta-feira, o senador paranaense disse que, desde 1992 “o Brasil não tinha visto uma manifestação igual, reunindo um público heterogêneo de trabalhadores, classe média, estudantes, mulheres, jovens e crianças”.

- Não foi uma manifestação da direita, da esquerda, do centro. Foi uma manifestação ampla de todos aqueles que resistem à banalização da corrupção e preservam a capacidade de indignação, afirmou.

Alvaro saudou o público que participou da Marcha Contra a Corrupção e disse que não importa o número exato das pessoas que participaram da marcha. O importante, segundo ele, é que a manifestação reuniu uma multidão com energia, consciência política, responsabilidade pública convocando as autoridades a agirem.

Quando um não quer, dois não brigam

O deputado federal Zeca Dirceu, do PT, está rebatendo as acusações contra ele feitas pelo deputado Osmar Serraglio, do PMDB, reproduzidas neste blog, na semana passada. Serraglio acusou o petista de agir “com falta de escrúpulo e de forma antiética”, ao tentar se apropriar de emendas que beneficiam municípios paranaenses apresentadas por outros parlamentares.

Em seu blog, Zeca Dirceu dá sua versão dos fatos, apresenta documentos e assegura que as declarações de Serraglio não têm “relação alguma com a verdade”.

Lançando mão de um ditado popular , o que diz que “quando um não quer, dois não brigam”, Zeca Dirceu afirmou que não irá “revidar” os ataques de Serraglio. As explicações de Zeca Dirceu estão no site WWW.zecadirceu.com.br.

Ibope aponta que brasileiros usam internet para se informar sobre política

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira mostra que a internet se transforma, rapidamente, no maior veículo de comunicação do país, depois da TV, na área política.

Segundo matéria do portal “Correio do Brasil”, em 2000 eram 4,9 milhões os internautas no Brasil. Em 2010 foram 34,8 milhões. Em 2000, em média, os internautas acessavam sete horas por mês. Em 2010, em média, foram 32 horas por mês. Em 2010, 31% dos domicílios que tinham acesso à internet: 36% no Sudeste e 11% no Nordeste, sendo 90% na classe A, 24% na C e 3% na D/E.

Nas eleições de 2010, a TV foi a principal fonte de informação para 72% dos eleitores. Internet vem em segundo com 12% (sendo 33% entre quem tem nível superior, 29% com renda acima de 5 salários mínimos, e 21% entre 16 e 24 anos). Depois vem o rádio com 4%, jornais 3%, conversas com amigos 2%. São 28% (em 2009 eram 24%), os que acessam a internet diariamente, sendo 32% entre 16 e 24 anos, 47% os de nível superior e 66% em cidades com mais de 100 mil habitantes.

Cidades com 100 mil eleitores poderão ter propaganda eleitoral gratuita na TV

Tramita na Câmara Federal proposta do deputado Carlos Bezerra, do PMDB do Mato Grosso que prevê a veiculação de propaganda eleitoral gratuita em rádio e TV nas eleições para prefeito e vereador dos municípios com mais de 100 mil eleitores.

A proposta altera a Lei das Eleições (9.504/97), que hoje só autoriza a veiculação de propaganda eleitoral nas cidades sem emissoras que possuam mais de 200 mil eleitores.

A proposta, a Justiça Eleitoral garantirá a veiculação da propaganda nos municípios onde não haja emissora de rádio e televisão, desde que haja condições operacionais viáveis para a retransmissão.

Segundo a Agência Câmara, o autor do projeto pondera que cidades com mais de 100 mil eleitores já são de porte médio e exigem uma aproximação maior dos candidatos com a população.

Essa aproximação, segundo ele, só pode ser feita com a ajuda da propaganda eletrônica.

PSB em ritmo de eleições

O PSB apresenta logo mais, à noite, seu programa eleitoral em cadeia nacional de rádio e televisão, já voltado às eleições municipais do ano que vem.

O presidente nacional do partido, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, vai lançar a bandeira da reforma urbana e propõe corte de impostos para baixar o preço das tarifas de transporte público.

Curitiba será, mais uma vez, mostrada como modelo na área.

O programa do PSB apresenta também os prefeitos de Curitiba, Luciano Ducci, e de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, como "os dois mais bem avaliados do país", de acordo com pesquisas de opinião pública.

-- Se fomos capazes de transformar o Brasil, por que não nossas cidades?, é o slogan adotado pelo PSB.

Rosinha acredita no consenso no PT de Curitiba

O deputado federal Dr. Rosinha acredita que é possível chegar a um consenso para definir o candidato do PT à prefeitura de Curitiba sem a necessidade da realização de eleições prévias.

Além dele, disputam a indicação o deputado federal Angelo Vanhoni e o deputado estadual Tadeu Veneri. Segundo Rosinha, em eleições passadas o PT já chegou ao consenso pode fazê-lo agora.

“Fruet vai nos apoiar”

Na entrevista à CBN, Rosinha preferiu não polemizar com outros petistas que defendem uma aliança em torno do ex-deputado Gustavo Fruet.

Insistiu na candidatura própria do PT, que, acredita, pode ir ao segundo turno ainda mais que pode contar com conta com “eleitores” do nível do ex-presidente Lula, da presidente Dilma Roussef e da ministra Gleisi Hoffmann.

-- O PT tem como fazer o enfrentamento com os demais candidatos e vamos fazer a diferença. Ele (Fruet) é quem vai nos apoiar no segundo turno, disse.

André Vargas defende aliança das oposições

O deputado federal André Vargas, do PT, voltou a defender uma aliança dos partidos de oposição às eleições municipais do ano que vem no Paraná. Pelo twitter, Vargas disse que as oposições podem vencer “se soubermos articular alianças nos maiores centros em especial Curitiba, Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu”.

Rosinha é contra

Em entrevista à rádio CBN, nesta quinta-feira, o deputado federal Dr. Rosinha, um dos pré-candiatos do PT à prefeitura de Curitiba, se posicionou contra alianças nos municípios onde a eleição é em dois turnos.

-- Onde tem segundo turno o PT tem que ter candidato, disse.

Dr. Rosinha ponderando que esta é uma oportunidade de promover um debate político sobre a cidade. Com isso – disse – o PT vai conquistar votos.

-- Se for competente e se tiver uma proposta abrangente e conquistar eleitores, o PT vai para o segundo turno, afirmou.


Blog

Joice terá que indenizar Requião

Juiz indefere candidatura de Boca Aberta

Greca 46%, Francischini e Goura, 8%

Arruda denuncia “pesquisas frias”

Greca é líder absoluto

Mais uma pesquisa é impugnada

Alegria dura pouco

De boia-fria a vereador

Mais quatro debates

Pesquisa Ibope é também impugnada

Em pauta

Tecnologia não substitui agente de viagem na hora da compra

Flyworld realiza quarta convenção nacional de franqueados

TCP lidera movimentação de contêineres no Sul do Brasil

Marketing online é decisivo para sucesso de negócios em franquias

Flyworld inaugura terceira unidade no Rio Grande do Sul

TCP investe em 30 projetos ambientais em 2018

TCP finaliza obras de ampliação do cais de atracação

Flyworld participa da Black Friday 2018

Aracaju ganha primeira unidade Flyworld

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Copyright © roseliabrao.com

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site