Email: Roseli Abrão

Blog: sexta-feira, 5 de agosto de 2011

16:35:34

Renata Bueno pode ser vice de Ducci

São muitos os nomes listados como possíveis vices do prefeito Luciano Ducci que, no ano que vem, buscará a reeleição.

Já se falou em Mauro Moraes, Fernando Francischini e Luiz Felipe Braga Cortes, do PSDB; e Ney Leprevost, do PP/PSD.

Agora surge mais um nome – o da vereadora Renata Bueno, que teve seu nome lançado como pré-candidata do PPS às eleições do ano que vem.

O PPS integra o governo Ducci. Marcos Isfer é o presidente da Urbs, considerada uma supersecretaria.

Ducci já tem apoio de nove partidos

O prefeito Luciano Ducci continua angariando apoios à sua reeleição. Faltando um ano e dois meses para as eleições, já conta com nove partidos. Além do PSB, ao qual é filiado, Ducci conta com PSDB, PTB, PP, DEM, PRP, PRB, PSDC e PSL.

Fruet se encontra com Osmar

O ex-deputado Gustavo Fruet se reuniu na tarde desta sexta-feira com o ex-senador Osmar Dias, presidente do PDT paranaense, em Curitiba.

Depois de várias conversas por telefone, se encontraram pessoalmente para discutir a possibilidade de ingressar no PDT.

Esta semana o ex-deputado recebeu um telefonema da direção nacional do PV e se reuniu com o PC do B paranaense.

Fruet deve anunciar seu novo partido no máximo em 15 dias.

Em defesa de Amorim

Depois de defender Nelson Jobim, o senador Roberto Requião faz nova gravação, desta vez para apoiar a indicação do ex-chanceler Celso Amorim como novo ministro da Defesa.

Mas o senador lamenta que parte da “grande mídia” fala em “insatisfação” nas Forças Armadas em razão da postura “nacionalista, ideológica” de Amorim.

-- Mas queriam o que? Que fosse o ministro do entreguismo, que não valoriza a idéia fundamental de Nação, que é a idéia que deve manter coesa as Forças Armadas? questiona o senador, que completa: “que não me levantem lobisomens, assustadores demônios porque lobisomens e demônios só aparecem para quem acredita neles e o nosso País, hoje, não acredita nesses fantasmas”.

Saiu como entrou

A afirmação é de sua assessoria: o deputado federal Ratinho Júnior, do PSC, saiu do encontro com o governador Beto Richa, no Palácio das Araucárias, na quinta-feira, como entrou.

Ou seja, pré-candidato a prefeito de Curitiba.

Na próxima semana, Ratinho tem conversas agendadas com líderes de outros partidos que também o convidaram para um encontro.

Na reunião com o governador Beto Richa, além de discutirem problemas que afetam os municípios paranaenses, se falou também de política “mas nada que possa ser acrescentado ao quadro que aí está”, garantiu o deputado.

Em defesa de Jobim

Pelo twitter, o senador Roberto Requião saiu em defesa de seu companheiro de partido Nelson Jobim, que deixou o Ministério da Defesa.

-- Nas demissões, duas categorias de demitidos: os que roubam e os que apenas raciocinam e falam demais, disse Requião, que concordou que “Jobim errou votando em Serra”, mas defendeu que “as ironias podiam ser assimiladas, digeridas sem maiores crises”.

-- Não confundam Jobim com outros demitidos, insistiu.

O que um deputado pode ou não pode propor?

A Assembléia Legislativa do Paraná está criando uma comissão que vai fazer uma investigação sobre o que um deputado pode ou não pode propor como projetos de lei.

A iniciativa é do deputado Luiz Eduardo Cheida, do PMDB, que se ressente de tantos projetos considerados inconstitucionais e que acabam sendo transformados em “indicações” ao governo.

Segundo ele, na maioria das vezes, o que é proibido no Paraná é permitido em outros Estados.

-- Qualquer matéria que implique na compra de um lápis é considerado inconstitucional. Isso vem em prejuízo do trabalho dos deputados, lamenta Cheida, que faz questão de esclarecer que não se trata de uma crítica ao trabalho da Comissão de Constituição e Justiça. Nem uma ingerência, assegura.

Quando estiver formada, o que deve acontecer já na próxima semana, a Comissão Especial Parlamentar pretende, segundo Cheida, convidar para o debate os advogados da CCJ, a OAB, procuradores do Estado, além dos próprios deputados “para se estabelecer os limites constitucionais da competência da Assembléia Legislativa”

PSD não ameaça mandatos, diz Sciarra

O deputado federal Eduardo Sciarra, que preside o PSD no Paraná, emite nota para dizer que todos os que se filiarem ao partido não perderão seus mandatos.

É uma resposta ao PMDB do Paraná que esta semana decidiu radicalizar, ameaçando com a perda de mandato por infidelidade partidária os filiados que se unirem ao partido do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

-- Não há a mínima possibilidade de esses pedidos prosperarem na Justiça Eleitoral porque, em seu artigo 17, a Constituição estabelece que "é livre a criação, fusão, incorporação e extinção de partidos políticos" no país, diz Sciarra.

O deputado destaca que a Resolução 22.610/2007, do TSE, que disciplina o processo de perda de cargos eletivos, estabelece que não há risco de perda de mandato em quatro casos, que configuram justa causa para a desfiliação.

Ou seja: incorporação ou fusão do partido; criação de novo partido; c) mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; e grave discriminação pessoal. Mais do que isso, no ultimo dia 2 de julho, em resposta a uma consulta feita pelo PT do B, o Tribunal Superior Eleitoral aprovou por unanimidade o voto da ministra Nancy Andrighi que reafirmou essa decisão, além de estabelecer prazo de 30 dias para que o detentor de cargo eletivo possa se filiar ao novo partido desde que tenha participado dos atos de sua criação, destaca.

Sciarra lembra que esse prazo começa a contar a partir da data do registro do estatuto do novo partido pelo TSE, o que, no caso do PSD, deverá acontecer durante o mês de agosto.

-- Portanto, todos os detentores de cargo eletivo terão tempo suficiente para se filiarem ao PSD sem perderem o mandato e ainda se habilitarem a concorrer às eleições municipais de 2012 pelo novo partido, afirmou.


Blog

Bolsonaro 48,8%, Haddad 36,7%

Entre aspas

Só em flagrante

Bolsonaro em Curitiba

PDT quer anular eleições

Afinal?

Haddad pede investigação

O "caixa 2 virtual" de Bolsonaro

Governo deixa de pagar royalties

Cid Gomes vota em Haddad

Em pauta

Resort e Hotel fazenda são opções para a semana da criança

Casamento em cruzeiro é a nova tendência entre os casais

Flyworld Jundiaí firma parceria com Faell Vasconcelos

TCP recebe super navio com capacidade para 11 mil TEUs

Turismo Pedagógico é nova aposta da Flyworld em Minas Gerais

Flyworld atrai mais de 300 candidatos a franqueados durante a feira da ABF

Turismo de aventura ganha adeptos e cresce no Brasil

Piracicaba ganha microfranquia da Flyworld Viagens

TCP e Brado Logística desenvolvem ações conjuntas com foco nos clientes

Flyworld indica os destinos mais românticos para casais apaixonados

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Publicidade

Soluções em Comunicação | Assessoria de Imprensa | Edição de Livros

(16) 99418.1551


Copyright © roseliabrao.com

Desenvolvido por: Sky Comunicação e Eventos - www.skycomunicacao.jor.br

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site