Email: Roseli Abrão

Blog: sexta-feira, 19 de agosto de 2011

17:30:31

Isfer defende apoio do PPS a Ducci

Foto: Daniel Caron

Alguns filiados do PPS, como o deputado Douglas Fabricio, por exemplo, defendem que o partido tenha candidato próprio à prefeitura de Curitiba nas eleições do ano que vem. Outros, como o ex-deputado e presidente da Urbs, Marcos Isfer, quer o partido no palanque de reeleição do prefeito Luciano Ducci, do PSB.

Isfer concorda que o partido tem expectativa de ter candidato próprio, mas “entre querer e ter há uma distância grande”.

Hoje o PPS não tem um nome para disputar as eleições, atesta ele, que volta e meia é citado como um dos nomes do partido para disputar as eleições.

-- Não sou de jeito nenhum. Não sou candidato a nada, para todo o sempre, disse ele ao blog.

Ao defender candidatura própria, Fabricio disse aos jornalistas que fazem a cobertura da Assembléia Legislativa que o apoio dado pelo partido, em 2.008, foi a Beto Richa.

Isfer discorda.

Ele, que foi reconduzido à presidência da Urbs quando Ducci assumiu a prefeitura de Curitiba, em substituição a Beto Richa, que renunciou para concorrer ao governo do Estado, disse que o apoio foi “a Richa e a Ducci”.

Caito reafirma que deputados não querem “cargos nem benefícios fisiológicos”

O líder da bancada do PMDB na Assembléia Legislativa, deputado Caito Quintana, emitiu nota nesta sexta-feira para reafirmar que o apoio ao governo Beto Richa não visa nem “cargos nem benefícios fisiológicos”.

Segundo ele, o acordo selado entre as duas partes “ tem como causa maior o interesse do Paraná”.

-- A bancada estará votando matérias do Governo e o Governo comprometeu-se em discutir matérias polêmicas com a bancada, antes de qualquer votação. Um exemplo do resultado positivo desta ação, foi a retirada da mensagem que incluía na Agência Reguladora, a Copel e a Sanepar, entre outras empresas públicas, destacou Caito.

Ao ingressar na base de apoio, disse o líder, os “peemedebistas não cobram cargos nem benefícios fisiológicos; querem sim fazer parte de um bloco de apoio e discussão dos interesses administrativos, ao mesmo tempo de defesa e fortalecimento de nosso partido, representado por prefeitos, vereadores e diretórios municipais”.

Partido coadjuvante

Na nota, Caito Quintana pondera que não é possível “continuarmos trancando a porta de entrada para cidadãos identificados com nossos compromissos estatutários”.

Se isso acontecer, disse, “estaremos fadados a nos transformar num partido coadjuvante, comandado por interesses individuais”.

-- Nossa decisão é unânime como bancada e representa a maioria daqueles que representamos, não envolvendo nela o partido, nem aqueles que, por desinformação ou interesse individualista, tem nos questionado, desconhecendo o conteúdo da reunião. Se depender da nossa bancada, o governador Beto Richa fará um bom governo e quem ganhará com isso é o Estado do Paraná, finalizou.

Requião pede que base reaja

O senador Roberto Requião voltou à carga nesta sexta-feira contra a adesão dos deputados estaduais do PMDB ao governo Beto Richa.

Pelo twitter disse:

-- A fisiologia dos nossos deputados está desagregando nosso PMDB do Paraná. As bases e diretórios vão reagir?

Difícil, mas não impossível

O ex-governador Orlando Pessuti ainda se ressente de não disputar a reeleição, no ano passado. Isto ficou claro na reunião com peemedebistas de Telêmaco Borba, na noite de quinta-feira.

Disse que a eleição poderia ser difícil, mas não era impossível.

-- Tudo poderia estar um pouco melhor se tivéssemos conquistado o direito de disputar a eleição. Não seria uma disputa fácil, mas não era impossível. E se possível era, deveríamos ter levado adiante e isso não aconteceu devido a uma conjuntura estadual, afirmou.

Anibelli Neto destaca novo cronograma de obras no Afonso Pena

Presidente da Comissão de Turismo da Assembléia Legislativa, o deputado Anibelli Neto comemorou a decisão da Infraero de readequar o cronograma de obras na pista do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais.

As obras, que terão inicio dia 19 de setembro, serão realizadas de segunda-feira a sábado, da 0h15 às 6h15, e das 20h15 de sábado até as 12h15 de domingo.

O cronograma inicial previa a interrupção dos pousos e decolagens entre as 23h30 até as 6 horas, de segunda a quinta-feira, e das 14 horas de sábado às 12 horas de domingo, o que afetaria 118 voos.

-- Foi uma conquista, pois conseguimos uma moção de apoio das entidades representantes do setor turístico e levou a causa à Assembleia Legislativa, pedindo apoio dos deputados à proposta de mudança nos horários de reforma em benefício da economia do estado e dos usuários do transporte aéreo, disse o deputado.

Giacobo assina CPI da Corrupção

Depois de seu partido deixar a base de apoio do governo Dilma Roussef, o presidente do PR paranaense, o deputado federal Fernando Giocobo, assinou o requerimento da oposição que pede a instalação de uma CPI mista no Congresso Nacional para investigar as denúncias de corrupção no governo federal.

Agora são dez (dos 33) parlamentares paranaenses que defendem a CPI – os senadores Alvaro Dias (PSDB) e Roberto Requião (PMDB) e os deputados Abelardo Lupion (DEM), Alfredo Kaefer (PSDB), Luiz Carlos Setim (DEM), Fernando Francischini (PSDB), Rubens Bueno (PPS), Hidekasu Takayama (PSC), Fernando Giacobo (PR) e Eduardo Sciarra (DEM/PSD.

São necessárias 208 assinaturas para que a CPI seja instalada – 171 na Câmara Federal e 27 no Senado Federal.

Até agora, segundo o placar do site “CPI da Corrupção – eu assinei” (http://cpidacorrupcao.blogspot.com), já assinaram o requerimento 115 deputados e 20 senadores.

@OsRequianistas

Por enquanto são apenas 245 seguidores, mas está no ar, no Twitter, o perfil @OsRequianistas, que reúne fãs do senador Roberto Requião.

No perfil, a certeza que “o Requianismo representa uma nova forma de governo - somente os eleitores do Requião sabem o que isso quer dizer”.

Unale defende revisão do pacto federativo

A Unale - União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, realiza segunda-feira, no Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná, um debate sobre o pacto federativo e a necessidade dele ser revisto.

Primeiro vice-presidente da entidade, o deputado Artagão de Mattos Leão Júnior, do PMDB, afirma que a cada mandato se perde “a capacidade de atuação dos Estados, em especial do Poder Legislativo”.

Segundo o deputado paranaense o pacto federativo não é revisto desde a Constituição de 1988 “onde são determinadas as receitas e despesas, serviços e obrigações para cada ente da Federação (União, Estados e Municípios). Assim, muitos direitos foram criados em dissonância com as leis já existentes”, disse.

-- As Assembleias e Câmaras de Vereadores estão engessadas nos seus limites de competência legislativa. A maioria das decisões está no Congresso Nacional. Por isso, a Unale vem discutindo a possível mudança de alguns pontos específicos na Constituição, afirmou.


Blog

Lista de filiados

Menos tempo para discursar

Lula supera Bolsonaro

O novo diretor de Itaipu

59% rejeitam governo Bolsonaro

Reinaldo Azevedo entrevista Lula

Rush assume mandato

Sleutjes, vice-líder de Bolsonaro

Bolsonaro, o maior culpado

Ernesto Araújo pede demissão

Em pauta

Tecnologia não substitui agente de viagem na hora da compra

Flyworld realiza quarta convenção nacional de franqueados

TCP lidera movimentação de contêineres no Sul do Brasil

Marketing online é decisivo para sucesso de negócios em franquias

Flyworld inaugura terceira unidade no Rio Grande do Sul

TCP investe em 30 projetos ambientais em 2018

TCP finaliza obras de ampliação do cais de atracação

Flyworld participa da Black Friday 2018

Aracaju ganha primeira unidade Flyworld

Acesse também

Twitter - http://twitter.com/roseli_abrao

Facebook - http://www.facebook.com/blog.roseliabrao

RSS Feeds - http://roseliabrao.com/rss/

Coluna

Rossoni derruba sessão e irrita deputados

CEI do “xerox” não pode ser uma caça às bruxas

Erro do TRE dá sobrevida a Bernardo Carli

Ghignone aposta na vitória de Ducci

Beto não assume compromisso com emendas ao orçamento

Publicidade


Publicidade

A 1ª em aluguel de Livros com entrega em domicilio e Venda de Livros Usados em Curitiba

(41) 3367.2466 | 3367.3544


Copyright © roseliabrao.com

Blog | Coluna | Em pauta | Roseli Abrão | Equipe | Contato | Topo do site